Redação Pragmatismo
Direita 15/Mar/2019 às 20:12 COMENTÁRIOS
Direita

O mapa das ligações de Bolsonaro com as milícias

Publicado em 15 Mar, 2019 às 20h12

Indícios contra Bolsonaro, um cidadão acima de qualquer suspeita: aproxima-se no Brasil um momento crucial, que pode revelar um país ameaçado de ser tomado pelas milícias

mapa das ligações de Bolsonaro com as milícias
Fonte: Jornal GGN

Luis Nassif, Jornal GGN

Com a informação de que o homem detido, acusado da morte de Marielle, mora no mesmo condomínio do presidente Jair Bolsonaro, surge mais um indício forte do envolvimento da família com as milícias que executaram a ex-vereadora Marielle Franco.

Acompanhe o gráfico.

De tudo o que saiu publicado até agora, descontando os milicianos homenageados por Flávio Bolsonaro na ALERJ, há três elementos-chaves nessa história:

→ Luiz Braga, o Zinho: chefe de milícias, acusado de ter contratado o assassino.

→ Capitão Adriano: um dos chefes do Escritório do Crime, onde o assassinato teria sido encomendado

→ Ex-PM Ronnie Lessa: detido terça (12/03) sob a acusação de ter participado diretamente do assassinato de Marielle.

Vamos analisar as relações dos três com os Bolsonaro:

→ Zinho: comanda uma milícia que tem três integrantes diretamente envolvidos com Flávio Bolsonaro: os gêmeos Alan e Alex Oliveira, seus seguranças na campanha, e sua irmã Valdeci, tesoureira do PSL.

Saiba mais:
Irmã de milicianos foi autorizada por Flávio Bolsonaro a assinar cheques
Policiais presos no RJ participaram de campanha do filho de Bolsonaro

→ O motorista Queiroz: suspeito de ser o elo dos Bolsonaro com a milícia do Rio das Pedras, e de lavar dinheiro confiscado do salários dos assessores.

A propósito do PSL, outra linha de investigação remete ao governador Wilson Witzel. Não apenas comemorou a morte de Marielle, participando da cerimônia de quebra da placa com seu nome, como tem como um de seus assessores de segurança um miliciano acusado de vários crimes.

→ Capitão Adriano: tido como o chefe do Escritório do Crime. Esposa e mãe foram empregadas por Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa.

→ Ronnie Lessa:  foi detido em sua casa, no mesmo Condomínio onde tem residência Jair Bolsonaro. Certamente haverá uma investigação jornalística para explicar as afinidades políticas e milicianas dos moradores do condomínio. Junto com ele, foi preso o ex-PM Elcio Vieira de Queiroz, que teria sido o motorista do carro que abordou o de Marielle.

→ Queiroz: é questão de tempo para ser detido e interrogado.

Leia também:
Polícia Federal envia à PGR inquérito que investiga Flávio Bolsonaro
Pacote de Moro é cortina de fumaça para escândalo de Flávio Bolsonaro
Novo promotor do caso Queiroz é admirador do clã Bolsonaro
Investigação mantida: STF rejeita pedido de Flávio Bolsonaro
Queiroz aparece dançando em hospital com a mulher e a filha
Esposa e filhas de Queiroz debocham do Ministério Público

Enfim, aproxima-se o momento crucial, que pode revelar um país ameaçado de ser tomado pelas milícias. Seu poder intimidatório, somado aos das milícias virtuais alimentadas pelos Bolsonaro, em nada fica a dever aos porões da ditadura. É um poder paralelo e assassino.

O destino do país, mais do que nunca, dependerá das instituições. É hora do Supremo Tribunal Federal, da Procuradoria Geral da República, do Ministério Público Federal e das próprias Forças Armadas começarem a se preparar para uma luta inevitável em defesa do país.

Leia mais:
O comportamento da família Bolsonaro diante do caso Marielle
Ronnie Lessa recebeu R$ 100 mil após matar Marielle, mostra relatório
Delegado do caso Marielle que citou Bolsonaro será afastado
Ronnie Lessa sabia que seria preso, diz Ministério Público
A polícia está escondendo o jogo sobre o assassinato de Marielle Franco
De Marighella a Marielle: o Estado brasileiro no banco dos réus

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Roberto Pedroso Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    Mais uma tacada certeira de Nassif(um dos maiores jornalistas desse pais)mas faltou a ''cereja do bolo''a apresentação desses gráficos sendo feita por Dellagnoll.........mas parece que ele, Morrow e demais membros da Republica de Curitiba estão tão quietos ultimamente....tão calados .....tão sumidos.....''Parla Stronzo!''

  2. C.Poivre Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    A ligação evidente; https://youtu.be/kJFJxPkL1wU

  3. chichano goncalvez Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Estamos sendo desgovernado por uma quadrilha de facinoras, e o que é pior eleitos pelos analfabetos politicos, que são maioria em quase todos os paises.