Redação Pragmatismo
Eleições 2018 01/Oct/2018 às 22:33 COMENTÁRIOS

'O pior prefeito do Brasil': como se constrói uma manipulação

Apoiadores de Bolsonaro tentam manipular, com robôs, mecanismos de busca da internet para associar Fernando Haddad a "título" que nunca lhe foi dado

pior prefeito do Brasil fake news haddad boataria manipulação

RBA

Apoiadores do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) têm incentivado pessoas a digitar no Google a expressão “pior prefeito do Brasil“, pedindo que sejam feitos prints dos resultados em que aparece entre os resultados o nome do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad. Quase todos os retornos das buscas que aparecem com melhor ranqueamento são “matérias” de páginas de extrema-direita, algumas que imitam veículos da mídia tradicional, numa tentativa de passar mais credibilidade.

Tudo que acontece nessas plataformas como Google, Facebook, nas chamadas redes sociais on-line e mecanismos de busca, é com base em algo difícil de acompanhar, que é o sistema de algoritmos. Ele define o que vai acontecer na plataforma, quem vai ver o post que você publicou no Facebook, qual vai ser a hierarquia de uma busca que você fez. Quem vai decidir isso é um sistema algorítmico com base nos dados que eles coletam das pessoas. Em geral esses sistemas tentam descobrir quem é você“, explica o sociólogo e professor da Universidade Federal do ABC Sergio Amadeu, em entrevista aos jornalistas Marilu Cabañas e Glauco Faria, na Rádio Brasil Atual.

Amadeu conta como em geral são feitas as ações para que os resultados possam aparecer nos primeiros lugares dos mecanismos de busca. “Organizam-se campanhas com esses sites de extrema-direita para ‘bombar’ uma matéria, colocando robôs de vários IPs diferentes ou grupos de pessoas acessando insistentemente uma matéria que pode ser uma notícia falsa ou descontextualizada. E a tendência é subir na hierarquia das respostas que o mecanismo de buscas vai dar“, aponta. “Essa obscuridade, essa opacidade que existe por trás dessas plataformas permite que você possa fazer uma campanha e dizer que o Haddad foi o pior prefeito do Brasil.”

Saiba mais:
Mídia tradicional reconhece que Haddad foi prefeito exemplar
João Doria é desmascarado após se vangloriar de premiado projeto de Haddad
João Doria aplica 16% a menos do que Haddad na área da saúde em São Paulo
Haddad vence desafio internacional de prefeitos e leva US$ 5 milhões
Haddad prega peça em comentarista desonesto da Jovem Pan
Urbanista diz que SP já deveria ter tido um prefeito como Haddad há 20 anos
Prefeita de Paris diz que “votaria em Haddad” durante debate na Sciences Po
WSJ: Haddad seria considerado visionário se fosse prefeito de Berlim

O sociólogo destaca que boa parte das informações que circulam nas redes sociais como Facebook e WhatsApp muitas vezes retratam momentos específicos ou mesmo que não têm relação com o fato em si.

Como exemplo, cita fotos que circulavam nos meios sociais mostrando um suposto “fracasso” das manifestações do #EleNão, com imagens tiradas no início da concentração. O mesmo pode acontecer ao se tentar caracterizar um governo de forma negativa.

Você pode pegar momentos de uma gestão onde um prefeito estava muito bem ou muito mal, e dependendo do seu interesse recorta esse pedaço e faz com que tudo o que aconteceu seja em torno daquele momento. Isso é descontextualizar, fazer parecer como se determinada situação fosse a realidade, você exagera e isso é muito perigoso na rede“, pontua. “É preciso alertar os eleitores e também um espalhamento de notícias que reponham a verdade, isso é muito importante para aqueles que querem ajudar para que a formação da opinião tenha critérios, seja baseada no que aconteceu e não naquilo que é uma desinformação. Nos próximos dias vamos ter uma enxurrada desse tipo de coisa.”

Sergio Amadeu ressalta ainda a responsabilidade que cada um deve ter ao fazer circular uma informação. “É importante tentar também não entrar no jogo de, para beneficiar aquele com que você concorda, fazer o exagero, porque aí você perde o argumento e se iguala àqueles que querem ganhar a qualquer preço. Não tente fazer sua opinião virar um fato.”

Leia também:
Juiz que convocou exército para recolher urnas eletrônicas é afastado pelo CNJ
Como Bolsonaro pode unir o Brasil
Eleitores de Jair Bolsonaro reforçam a desumanização de mulheres
“Ele é sombrio e ignorante”, diz ator britânico que entrevistou Bolsonaro
As tentativas de envolver o PT no atentado a Bolsonaro
A postura da esquerda diante do atentado contra Bolsonaro
Jair Bolsonaro agride militantes: “Voltem para o zoológico”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários