Redação Pragmatismo
Juristas 10/Jun/2019 às 20:00 COMENTÁRIOS

Dallagnol grava vídeo para se defender: “criminoso invadiu nossos celulares”

Procurador Deltan Dallagnol divulgou vídeo para se defender, afirmou que a Lava Jato é imparcial e foi ironizado por internautas: "O Moro autorizou a divulgação desse vídeo?"

Dallagnol grava vídeo defender criminoso invadiu nossos celulares
Deltan Martinazzo Dallagnol

Jornal GGN

O coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, resolveu publicar um vídeo, na tarde desta segunda (10), rebatendo as reportagens do The Intercept.

Na noite anterior, o site divulgou conversas entre o procurador e o ex-juiz Sergio Moro que provariam o conluio entre Judiciário e MP no âmbito da operação. O Conselho Nacional do Ministério Público já recebeu pedido de investigação contra Dallagnol.

No vídeo, Dallagnol diz que a Lava Jato é vítima de um ataque hacker, e que o “criminoso” invadiu celulares, “sequestrou contas de aplicativos de troca de mensagens, se fez passar por jornalistas e procuradores, e nosso receio é que a atividade criminosa avance para falsear e deturpar fatos”. Nas redes sociais, alguns internautas ironizaram o vídeo: “O Moro autorizou a divulgação desse vídeo?”

Saiba mais:
Dallagnol usa argumento falacioso para tentar se vitimizar
Imprensa internacional repercute que Moro e Dallagnol agiram com fins eleitoreiros
Dallagnol duvidava de provas contra Lula, mas se apegou a matéria de jornal
“Maior escândalo do Judiciário brasileiro”, diz jurista sobre conluio da Lava Jato
320 juristas pedem afastamento imediato dos envolvidos na conspiração da Lava Jato

Leandro Demori e Glenn Greenwald, jornalistas do The Intercept, concederam entrevistas nesta segunda afirmando que os arquivos obtidos contra a Lava Jato têm volume maior do que o caso Snowden, e atingem muitas pessoas além de Moro e do MPF. Demori deu a entender, à rádio Gaúcha, que jornalistas, membros do Supremo Tribunal Federal e até Rodrigo Janot poderiam estar envolvidos.

Dallagnol, em sua defesa, disse no vídeo abaixo que a Lava Jato não é política nem partidária e que a ação contra Lula foi imparcial. Prova disso é que “9 julgadores em 3 instâncias diferentes concordaram com a robustez das provas e confirmaram a condenação de Lula.”

Veja repercussão dos internautas:

Leia também:
Lava Jato do início ao fim: uma operação viciada e politicamente interessada
Ex-assessora de Sergio Moro na Lava Jato admite que “a imprensa comprava tudo”
Livro revela erros da Lava Jato e objetivos não-declarados da operação
Operação Lava Jato: como tudo começou
MPF aponta que esquema na Petrobras começou ‘há pelo menos 15 anos’

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Lucio Valter Dias Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    A repercussão é negativa e mundial. Quem apoia está se enterrando com alma e tudo.

  2. Cleiton Henriques Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Kkk Pode rackhear q vao ver que este texto foi Moro que mandou pra ele. A casa caiu vacilão!