Redação Pragmatismo
Desenvolvimento Brasileiro 05/Abr/2019 às 15:00 COMENTÁRIOS
Desenvolvimento Brasileiro

Diarista faz protesto solitário contra a Reforma da Previdência

Publicado em 05 Abr, 2019 às 15h00

“Com essa Reforma da Previdência, não tem jeito de um pobre se aposentar um dia na vida. Estão beneficiando os ricos, os bancos, mas para os pobres não estão nem aí”, disse a diarista, que abordou o relator da PEC da Previdência de Bolsonaro, deputado Marcelo Freitas (PSL-MG)

Diarista protesto solitário Reforma da Previdência
Eliane Santos, diarista em São Paulo (Imagem: Captura de tela)

Minha Aposentadoria.Net

A diarista Eliane Santos e Silva, de 46 anos, foi até o prédio do Ministério da Economia para abordar parlamentares que debatiam no local a PEC da Previdência nessa terça-feira (2).

Ela falou com o relator da “reforma” na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados, o deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), depois da saída do parlamentar de uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Por que vocês estão fazendo isso com a gente? Com esta (reforma da) Previdência, não tem jeito de um pobre se aposentar”, disse, segundo reportagem da Rádio Gaúcha. O parlamentar rebateu: “Nós estamos fazendo esta reforma para vocês, os mais pobres”.

Eliane relatou em conversa com jornalistas que saiu de Diadema, em São Paulo, para “resolver problemas do Minha Casa Minha Vida” em Brasília. Ao tomar conhecimento de que haveria uma reunião de integrantes do PSL com o ministro da Economia, principal defensor da PEC 6/2019, decidiu ir ao ministério.

Um país que está cheio de pobres, que trabalham de dia para comer de noite, (eles) não têm condições nenhuma de um dia pensar em aposentadoria”, disse Eliane.

Com essa Previdência, não tem jeito de um pobre se aposentar um dia na vida. Estão beneficiando, sim, os ricos, os bancos, mas para os pobres eles não estão nem aí.”

Confira o vídeo abaixo:

Leia também:
Professoras são vítimas de crueldade na reforma da Previdência
Aposentadoria para mulheres será um sonho distante no Brasil
Os servidores públicos são mesmo “privilegiados”?
Reforma da Previdência corta abono do PIS/Pasep de 23 milhões de trabalhadores
Reforma da Previdência de Bolsonaro atinge os mais vulneráveis

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários