Redação Pragmatismo
Eleições 2018 23/Oct/2018 às 10:23 COMENTÁRIOS

Petição propõe pena de morte para petistas, familiares e simpatizantes

Petição online que sugere a pena de morte para “petistas, familiares” e simpatizantes passa a circular em grupos de WhatsApp e páginas nas redes sociais. Saiba como denunciar

Petição pena de morte petistas familiares simpatizantes eleições bolsonaro

Revista Fórum

Começou a circular nesta segunda-feira (22) em grupos de mensagens online e nas redes sociais o link de uma petição online que sugere a pena de morte para “petistas, familiares e comparsas”. 280 pessoas já assinaram o pedido que está hospedado na plataforma “Petição Pública”.

Precisamos de uma Assembléia Nacional Constituinte, que traga a PENA DE MORTE para qualquer forma de expressão simpática ou apologia ao SOCIALISMO ou COMUNISMO em solo Brasileiro”, diz a descrição da petição.

O pedido vai ao encontro de declarações de Jair Bolsonaro (PSL) sobre “fuzilar a petralhada” ou ainda banir os “marginais vermelhos. Essas últimas declarações do militar da reserva sugeriam ainda, em tom ditatorial, a prisão de opositores, a extinção do jornal Folha de S. Paulo e a criminalização de movimentos como o MST e o MTST.

Denúncia

Petições como essas podem ser consideradas incitação ao ódio, que é crime de acordo com a legislação brasileira. É possível denunciar pela internet colocando o link da petição na página SaferNet e escolhendo o item “apologia e incitação conta a vida” .

Leia também:
Bolsonaro: mito é um verbo que se faz carne
Jair Bolsonaro parece ser um personagem da trilogia Matrix
Uma comparação entre o “risco Lula” e o “risco Bolsonaro”
Como evitar a tragédia Bolsonaro?
Ódio que Bolsonaro espalha chega aos consultórios de psicanálise
Jair Bolsonaro é bancado pelo que há de pior na sociedade
Por que figuras medíocres acabam desafiando a razão e a inteligência?
Jair Bolsonaro diz que foge do Brasil se perder eleição presidencial
Militar avalia proposta de Bolsonaro: “É a regulamentação da barbárie”
Jair Bolsonaro é realidade e pode vencer em outubro

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários