Redação Pragmatismo
Eleições 2018 03/Sep/2018 às 15:49 COMENTÁRIOS

"Vamos fuzilar os petistas ou mandá-los para a Venezuela", diz Bolsonaro

Segurando um objeto como se fosse uma arma de fogo e sob aplausos de sua claque, Jair Bolsonaro sugere o assassinato de quem pensa diferente dele. Em qualquer país civilizado do mundo, o candidato estaria preso por incitação ao crime

Bolsonaro Acre

Um vídeo (assista abaixo) em que Jair Bolsonaro (PSL) faz ameaças a adversários políticos passou a circular nas redes sociais nesta segunda-feira (3).

Nas imagens, o candidato participa de um ato de campanha em cima de um carro de som em Rio Branco, no Acre.

Durante um dos discursos, ele pegou o tripé de uma câmera, levantou, imitou estar atirando e disse: “Vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre. Vamos botar esses picaretas para correr do Acre… para a Venezuela comer capim”.

O vídeo repercutiu mal e não foi publicado nas redes sociais oficiais do presidenciável. Guilherme Boulos, candidato à Presidência pelo Psol, classificou o episódio como criminoso.

“Bolsonaro ameaçou fuzilar opositores ontem no Acre. Em qualquer democracia este cretino estaria preso por apologia à violência, não concorrendo a presidente da República”, escreveu Boulos no Twitter.

O Art. 286 do Código Penal Brasileiro afirma que “Incitar, publicamente, a prática de crime” resulta em “Detenção de três a seis meses, ou multa”

“Brincadeira”

A assessoria de imprensa de Jair Bolsonaro divulgou uma nota afirmando que “tudo não passou de mais uma brincadeira, como sempre”.

Críticos do candidato destacaram a irresponsabilidade do seu discurso e não aceitaram a justificativa.

“Esse é o candidato que usa Deus em seus discursos, defende a família e nos debates prega a união de todos os brasileiros?”, questionou um internauta.

Outros usuários ressaltaram que Jair Bolsonaro possui um fã clube muito extremista e fiel e que, por isso, há risco real de aceitarem como verdade absoluta tudo o que o candidato.

VÍDEO:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários