Redação Pragmatismo
Eleições 2018 03/Oct/2018 às 22:33 COMENTÁRIOS

Eleitores de Bolsonaro destroem placa de Marielle Franco e posam para foto

Além de eleitores de Bolsonaro, os homens são candidatos pelo partido do presidenciável. Imagem repercute e provoca revolta nas redes

eleitores bolsonaro placa marielle franco
Daniel Silveira e Rodrigo Amorim

Uma fotografia que mostra dois homens sorridentes segurando uma uma placa quebrada feita em homenagem à vereadora Marielle Franco chocou as redes sociais nesta quarta-feira (3).

Marielle foi executada a tiros no dia 14 de março, no Rio de Janeiro, em um crime que segue sem solução.

Os homens que aparecem na imagem usam camisetas em apoio a Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República. Um deles tem como estampa na vestimenta a imagem do rosto do capitão reformado.

Daniel Silveira, de camiseta amarela, é candidato a deputado federal pelo PSL. Rodrigo Amorim é candidato a deputado estadual pelo mesmo partido.

O escritor e ator Gregório Duvivier divulgou a imagem e lamentou o registro:

“Não tem a ver com qual partido você gosta. Não tem a ver com onde você mora. Ou quanto você ganha. Tem a ver com a humanidade que tem dentro de você. O quão desumano você consegue ser? Quanta desumanidade é preciso pra tirar essa foto? E curtir? Até hoje não sabemos quem matou Marielle. Mas sabemos que, de todos os candidatos, apenas 1 não manifestou seu pesar. Claro. Olha essa foto. Por favor, pessoal. Um pouco de humanidade. Só um pouquinho”

Outros internautas reagiram:

“Como não chorar vendo isso? Como não ficar indignada? Não é possível que o ódio a um partido seja maior que o bom senso. Estamos lidando com a barbárie em estado bruto Eu me nego a acreditar que meu país, que pessoas com as quais eu convivi e tive afeto, tenham alguma empatia com essa monstruosidade”, escreveu Ana Zappa.

“Dois imbecis disfuncionais,que pensam ser espertos ,mas na verdade tem idade mental de crianças e se comportam como medievais com sífilis já consumindo seus cérebros detonados”, desabafou outro internauta.

No crime que tirou a vida de Marielle Franco, o motorista Anderson Pedro Gomes também foi morto. Ele estava no carro que foi atacado pelos atiradores no bairro Estádio, região Central do Rio.

Negra, LGBT, feminista, Marielle Franco dedicou sua vida ao combate ao abuso policial e à defesa dos direitos humanos.

No Facebook, os candidatos do PSL que debocharam de Marielle Franco divulgaram o seguinte vídeo:

Leia também:
Há uma intervenção autoritária em marcha no Brasil hoje
Empresário que espancou a esposa é mais um “cidadão de bem”
Bolsonaro: o subversivo sem subversão
O fascismo é um mecanismo de contágio
Cabo eleitoral de Bolsonaro é preso por integrar quadrilha de agiotas
Policiais presos no RJ participaram de campanha do filho de Bolsonaro
As eleições de 2018 e a emergência da luta antifascista no Brasil
Empresário flagrado com menina de 13 anos é mais um “cidadão de bem”
Assassino de Tatiane Spitzner é mais um “cidadão de bem”
O ‘Doutor Bumbum’ é o retrato do “cidadão de bem”
A extrema-direita pró-Bolsonaro tem limites?
Brasil vive fenômeno político sem precedentes
Como diferenciar a direita da esquerda?
Quem quer ser um cidadão de bem?
Membro da Swat acaba com clichê preferido do “cidadão de bem”
Filho de Bolsonaro pede que suas fotos ao lado de Coronel pedófilo não sejam divulgadas

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários