Redação Pragmatismo
Direita 14/Sep/2018 às 09:10 COMENTÁRIOS

O boato do jovem que morreu tentando mostrar que facada em Bolsonaro era falsa

Sites e grupos de direita espalham fake news sobre jovem que morreu tentando mostrar que facada em Jair Bolsonaro era falsa. Publicação viralizou nas redes sociais como se fosse real

boato jovem morreu facada em Bolsonaro falsa

Gilmar Lopes, É Farsas

É verdade que um rapaz chamado Denilson Lopes morreu ao esfaquear a si mesmo numa tentativa de provar que a facada sofrida por Jair Bolsonaro era falsa?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs na segunda semana de setembro de 2018 e afirma que o maranhense Denilson Lopes teria morrido após tentar provar que a facada sofrida por Jair Bolsonaro era falsa! De acordo com a reportagem, na obsessão de querer provar que algo poderia ter sido ser forjado, resolveu se esfaquear e mostrar para os amigos que a facada foi falsa!

Denilson Lopes, após esfaquear a si próprio, não teria resistido aos ferimentos e acabou vindo a óbito!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Após o atentado sofrido pelo candidato á Presidência Jair Bolsonaro, no dia 06 de setembro de 2018, em Juiz de Fora (MG), inúmeras fake news começaram a se espalhar a respeito do ocorrido. Muitos sites e blogs (e também vários grupos de WhatsApp) começaram a espalhar notícias falsas sobre o ocorrido.

Os criadores de boatos online se aproveitam do assunto que está em alta no momento e, nesse caso, não foi diferente. Como o atentado contra o candidato foi o (e está sendo) um dos mais comentados na web nos últimos dias, isso acaba virando uma excelente matéria-prima para as fake news!

No caso do jovem que teria se matado ao tentar provar a “farsa da facada“, tudo começou numa publicação feita no site Mídia Imparcial, site conhecido por espalhar muitas fake news. Só para citar um exemplo, esse é o mesmo site que inventou – dentre tantas – a notícia falsa do maranhense que teria morrido ao tentar ir de jumento até a Rússia para ver a Copa do Mundo.

Mesmo sem citar nenhuma fonte, o site conseguiu que a sua publicação fosse compartilhada e publicada por diversos outros sites e blogs como se fosse real.

Falta de detalhes

Perceba que o texto não dá muitos detalhes e como e onde o fato teria ocorrido. Diz apenas que foi em Bom Lugar, no Maranhão, mas não cita o nome do delegado que estaria cuidando do caso ou da equipe que teria tentado socorrê-lo.

Uma busca por “Denilson Lopes” não retorna nenhum resultado referente ao “suicídio”. Apenas vemos o nome em postagens que citam o Mídia Imparcial como fonte.

A foto usada na fake news

Na postagem inicial, o Mídia Imparcial usou uma foto aleatória de um homem de camiseta amarela, ferido e caído no chão. Horas depois, a foto foi substituída por outra já com o rosto do rapaz borrado.

A fotografia original foi tirada de uma matéria de março de 2016, de um crime ocorrido em Rondônia. De acordo com a matéria do Rondônia ao Vivo, Adriano S. M – de 28 anos de idade – foi esfaqueado durante bebedeira em um bar na zona sul de Porto Velho.

O jovem estava bebendo com amigos, quando começou uma discussão com um cliente do bar. O agressor sacou uma faca peixeira e golpeou o algoz no tórax e pescoço. O homem caiu no solo agonizando e foi socorrido.

Conclusão

A notícia afirmando que um rapaz morreu após tentar provar que a facada do Bolsonaro foi forjada é farsa!

Leia também:
Os desdobramentos das fake news no caso Bolsonaro
Por que Bolsonaro perde para todos os adversários no 2º turno?
Campanha de Bolsonaro exagerou nas exposições em vídeos e fotos pós-facada
A excitação de Silas Malafaia com a facada dada em Bolsonaro
Atentado a Bolsonaro é comparado com o da rua Tonelero
As tentativas de envolver o PT no atentado a Bolsonaro
Apoiadores de Bolsonaro esticam corda do extremismo após atentado
Senador divulga foto do abdômen de Jair Bolsonaro

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários