Delmar Bertuol
Colaborador(a)
Desenvolvimento Brasileiro 03/Jun/2019 às 12:00 COMENTÁRIOS

A era da insensatez

era da insensatez governo bolsonaro direitos reforma previdência
Manifestação pró-Bolsonaro em Belém do Pará. (Imagem: Marx furtado | Flirck)

Delmar Bertuol*, Pragmatismo Político

O historiador britânico Eric Hobsbawm definiu a Europa do final do século XVIII aos meados do XIX como sendo a era das revoluções, devido às transformações sociais e econômicas que esse continente sofreu e que, com menor ou maior intensidade, influenciaram o resto do mundo, para ou bem e para o mal.

Passaram-se quase duzentos anos. Muitos dos paradigmas iniciados nas revoluções francesas e inglesas ainda se fazem presentes na nossa sociedade. Para o bem ou para o mal.

Avançamos, contudo, socialmente em diversas áreas, apesar dalguns pesares.

Parece, entretanto, que hoje, no Brasil, estamos vivendo uma era de mudanças, mas claramente mudanças para pior. Às luzes do Iluminismo sobrepõem-se o obscuro das insensatezes.

Em nome de mudanças, defende-se o que talvez nem no Antigo Regime, na França pré-Revolução, seria aceitável.

O interesse coletivo foi deixado de lado para se lutar pelo individual.

Por vaidade, pessoas defendem o seu próprio mal, só pra não assumir que erraram.

Leia aqui todos os textos de Delmar Bertuol

Os insensatos são explicitamente contra uma educação de qualidade e emancipadora. Nosso maior intelectual, e um dos maiores do mundo, Paulo Freire, é defenestrado em seu próprio País.

O Presidente defende que todas as pessoas andem armadas. Com fuzil, inclusive. Segundo ele, isso iria trazer mais segurança à população. Mesmo que os especialistas discordem.

Não obstante os horrores comprovados, bem comidos vestem verde e amarelo pra defender a volta da ditadura, em plena democracia.

Quando o mundo luta pra comermos melhor, defende-se os venenos como tempero.

Num claro regresso às políticas de aceitação dos diferentes, acusam os homossexuais de aberrações.

A ministra fala uma besteira por semana. E é aplaudida por homens que, doravante, só usam azul.

Ao ministro da Justiça foi prometido uma vaga no STF para que assumisse o cargo. E continua aplaudido por mulheres que, doravante, só vestem rosa.

Querem fazer o trabalhador labutar até morrer, lhe surrupiando direitos históricos. E há aplausos dessa mesma classe de trabalhadores que jura que conseguirá capitalizar parte do seu salário visando à aposentadoria. O infeliz nem do SPC consegue sair e acha que vai conseguir poupar.

A Educação, que, consenso, precisa ser melhorada, tem recursos cortados. E parte da população, aplaude. Mesmo que sem convicção, apenas por mister de defender o lado que escolheu.

O Presidente chamou milhões de idiotas por estarem reclamando direitos. Idiotas o aplaudiram.

Num trânsito com números bélicos de fatalidade, o se quer aumentar a velocidade e praticamente acabar com a punição por multas. Faz sentido. O cidadão de bem não financiou cinquenta mil na sua SUV tracionada pra andar só a oitenta, embora os buracos.

A insensatez é aplaudida por insensatos que o fazem muitas vezes sem estarem de fatos convencidos. Apenas repetem dados falaciosos e/ou falsos. E pregam sensatez.

Eric Hobsbawm, se vivo, talvez escrevesse sobre esse fenômeno brasileiro. No que seria criticado por gente que não o leriam ou, se tentassem, de qualquer forma não iriam compreender nada, como fizeram com Paulo Freire. Os sensatos só entendem a linguagem objetiva e sensata da Damares.

Os sensatos não querem estudar.

Os sensatos só querem andar armados e em alta velocidade.

É pra segurança.

Leia também:
Jair Bolsonaro diz que STF precisa de ministro evangélico
Relação da família Bolsonaro com milícias ganha a imprensa internacional
Miliciano preso no DF é tio de Michelle Bolsonaro
O cartaz da jovem loira que espantou a internet mas foi elogiado na Avenida Paulista
Desaprovação do governo Bolsonaro aumenta, revela pesquisa

*Delmar Bertuol é professor de história da rede municipal e estadual, escritor, autor de “Transbordo, Reminiscências da tua gestação, filha” e 1º Secretário do Simpo”

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários