Redação Pragmatismo
Protestos 28/May/2019 às 14:00 COMENTÁRIOS

O cartaz da jovem loira que espantou a internet mas foi elogiado na Avenida Paulista

Debaixo de um bandeirão verde e amarelo, uma jovem loira carrega um cartaz com um pedido inusitado até para os padrões bolsonaristas. Como alguns poucos suspeitaram, tratava-se de uma pegadinha

cartaz jovem loira internet elogiado Avenida Paulista
Mariana Motta (reprodução)

CartaCapital

Avenida Paulista, dia 26 de maio, dia de protestos pró-Bolsonaro.

Debaixo de um bandeirão verde e amarelo, uma jovem loira carrega um cartaz com um pedido inusitado até para os padrões bolsonaristas: chega de universidades! Armas sim, bolsas não.

A imagem foi compartilhada milhares de vezes nas redes sociais, acompanhada de interjeições e reações de espanto.

Como alguns poucos suspeitaram, tratava-se de uma piada. A mulher da foto, na verdade, é militante de esquerda e estava infiltrada na manifestação.

A youtuber Mariana Motta levou várias placas cujos dizeres iam de ‘Não quero me aposentar’ até ‘Brasil e EUA acima de tudo’ e ‘Não à ditadura gayzista, chega de heterofobia’. Segundo ela, os cartazes foram baseados em comentários que ela recebe na internet.

O objetivo, diz, era descobrir se os cartazes causariam espanto entre os manifestantes. Não foi o caso. “As pessoas aplaudiram os cartazes que eu trouxe”, relatou.

Milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) foram às ruas de ao menos 154 cidades distribuídas nos 26 estados e no Distrito Federal para defender o presidente. Os atos foram estimulados pelo ex-capitão e por aliados em um momento no qual o governo patina em emplacar sua agenda no Congresso.

Em pauta, ataques ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acusado de atuar contra os interesses do governo. Cartazes em diversas cidades se referiram ao deputado como “idiota”, não brasileiro (ele nasceu no Chile) e traziam até ameaças de impeachment. Houve também hostilidades contra o STF e o Congresso.

Leia também:
Em novo retrocesso, governo Bolsonaro acaba com departamento de AIDS
Desaprovação do governo Bolsonaro aumenta, revela pesquisa
Ator apoiador de Jair Bolsonaro pede que ele renuncie
O que a mídia não mostrou do encontro entre Bolsonaro e alunos do Bandeirantes
Em grupo de WhatsApp, Janaína Paschoal questiona a sanidade de Jair Bolsonaro

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. chichano goncalvez Postado em 06/Jul/2019 às 00:44

    Os cavaleiros do apocalipse sempre terão admiradores, vejam o exemplo mais gritante nos dias atuais ,de que tem muita gente que admira o Hitler. Ainda bem que tem muitos(as) estudantes que lutam contra esse gentalha.

  2. Roberto Pedroso Postado em 06/Jul/2019 às 00:43

    O canal dessa moça é muito interessante a jovem aborda de maneira simples e acessível vários temas e questões politicas complexas, uma jovem corajosa e essa sua atitude irônica e debochada contribui para lançar luz sobre o caldo de cultura defendido pelos membros dessa manifestação de apoio ao desgoverno atual,com estes cartazes com dizeres absurdos ela caminhou livremente sem ser questionada a respeito das ''ideias''defendidas nos referidos cartazes,essa passeata dos conservadores, reacionários, intransigentes,retrógrados ,anti-cultura que pregam a guerra ao saber e a classe docente bem como a criminalização dos espectros políticos que pregam um ideário diferente daquele defendido por eles deixa evidente sua essência fomentada na mais profunda idiotia pantagruélica e uma jovem ''armada'' unicamente com ironia e sarcasmo desmascarou a essência e víeis dessa manifestação de apoio ao governo atual e a favor da burrice.

  3. Bruno Guerreiro de Moraes Postado em 06/Jul/2019 às 00:43

    Essa Mariana Motta foi demais, parabéns pela criatividade.

  4. Silvano Rocha Postado em 06/Jul/2019 às 00:43

    fotomontagem não vale