Redação Pragmatismo
Justiça 20/Mar/2019 às 12:00 COMENTÁRIOS

Ministro da Educação é alvo de inquérito por improbidade administrativa

Ministério Público Federal abre inquérito de improbidade administrativa contra o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez

Ricardo Vélez Ministro da Educação inquérito improbidade administrativa
Ricardo Vélez Rodríguez (Imagem: Marcelo Camargo | ABr)

RBA

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito para investigar possível ato de improbidade administrativa cometido pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. O caso está relacionado ao envio de cartas às escolas com o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o jornal O Globo, o inquérito foi instaurado na Procuradoria da República do Distrito Federal (PR-DF) pela procuradora regional dos Direitos do Cidadão, Eliana Pires Rocha. Trata-se de procedimento preparatório que pode evoluir para uma investigação de caráter civil. Não há foro privilegiado para casos de improbidade.

No final de fevereiro, Vélez enviou cartas à comunidade escolar com saudação de “novos tempos” no Brasil, trazendo o slogan da candidatura presidencial “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!“.

Havia ainda orientação para que os diretores filmassem alunos durante a leitura do ofício, todos em fila, diante da bandeira, enviando depois ao MEC.

Leia também:
MEC desiste de vídeos de alunos cantando Hino Nacional
Ministro da Educação troca farpas com Leonardo Boff
Ricardo Vélez tem dez dias para explicar por que chamou brasileiros de canibais
Ministro da Educação espalha fake news e mãe de Cazuza reage
Ministro da Educação culpa a mídia por suas declarações desastrosas

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários