Redação Pragmatismo
Copa do Mundo 03/Jul/2018 às 18:57 COMENTÁRIOS

"Piada" provoca crise diplomática entre Colômbia e Reino Unido

Copa do Mundo: jornal britânico "brinca" com problema sério da Colômbia e provoca crise diplomática entre países. Seleções se enfrentaram no mundial na tarde desta terça-feira

inglaterra colômbia copa do mundo
Imagem da capa do The Sun. Inglaterra venceu a Colômbia nos pênaltis nesta terça-feira (3)

Inglaterra e Colômbia se enfrentaram em um jogo decisivo da Copa do Mundo nesta terça-feira (3), e a partida foi precedida por uma crise diplomática depois que um tabloide britânico fez uma brincadeira com um dos problemas mais sérios do país latino-americano: a luta contra o narcotráfico.

Conhecido por suas manchetes sensacionalistas, o tabloide britânico “The Sun” causou polêmica com uma capa que dizia: “Enquanto os 3 leões enfrentam a nação que nos deu Shakira, café e outras coisas, nós dizemos: GO KANE”.

A pronúncia da frase que exalta o craque da seleção inglesa, Harry Kane, é semelhante à pronúncia da droga “cocaína” em inglês. Veja a capa na imagem acima.

O que era para ser uma piada, no entanto, virou uma crise diplomática. Em Londres, capital da Inglaterra, o embaixador da Colômbia no país, Néstor Osório Londoño, em declarações publicadas pelo jornal The Guardian, lamentou a associação feita pelo The Sun com a substância.

“É triste que usem um ambiente festivo e amigável como a Copa do Mundo para atacar um país e estigmatizá-lo”, disse o diplomata, que organiza um evento em um pub inglês para fãs da Colômbia. “Respeito, fair play e alegria pelo jogo é o que importa hoje”, continuou.

Na Colômbia, a atitude do The Sun também foi criticada. O jornal El Espectador, um dos maiores do país, chamou a capa de ofensiva e lembrou que a resposta virá no campo.

A publicação latina é historicamente conhecida por suas reportagens contra o narcotráfico, o que a tornou alvo de ataques por parte dos carteis.

Em 17 de dezembro de 1986, Guillermo Cano, diretor do periódico, foi morto em um crime na época associado ao traficante Pablo Escobar.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários