Redação Pragmatismo
Racismo não 20/Jul/2018 às 17:35 COMENTÁRIOS

Filho de Will Smith responde brasileiros após ser alvo de racismo

Filho de Will Smith respondeu a brasileiros após ser alvo de comentários racistas. Humorista brasileiro chegou a comparar o jovem a um 'flanelinha'

filho de will smith racismo
Will Smith e Jaden Smith

Na última terça-feira, 17, Jaden Smith, filho do ator Will Smith, foi alvo de um comentário considerado racista feito pelo humorista Rodrigo Fernandes, o Jacaré Banguela (relembre aqui).

Três dias após ter sido um dos assuntos mais comentados do País nas redes sociais, Jaden resolveu escrever algumas mensagens direcionadas a seu público brasileiro – inclusive em português.

Na quinta-feira, 19, Jaden havia publicado “I Love You Brazil”, ou seja, “Eu te amo, Brasil”. Hoje, porém, ele foi além e publicou uma frase inteira em português: “Como os espelhos podem ser reais se nossos olhos não são reais”.

Trata-se da tradução de uma frase publicada por ele em um tuíte de maio de 2013, há cinco anos.

Posteriormente, o cantor também aproveitou para fazer propaganda de seu trabalho em nossa língua: “Brasil, confira meu novo álbum”.

Blogueiro racista

Rodrigo Fernandes, que durante a Copa tirou sarro do vício em drogas de Casagrande, comparou Jaden Smith a um “flanelinha” em uma foto dele ao lado do pai na final da Copa do Mundo da Rússia. Vários seguidores de Will Smith brincaram que o jovem parecia mais velho do que o ator, mas o humorista brasileiro foi além e disse que Jaden havia pedido dinheiro a ele.

“Tenho quase certeza que o filho do Will Smith me pediu dinheiro ontem na esquina da rua Haddock Lobo dizendo que ‘tava’ olhando meu carro”, escreveu Rodrigo Fernandes ao publicar a foto de Jaden Smith com o pai no estádio da final da Copa.

Imediatamente, seguidores o alertaram para o teor preconceituoso da “brincadeira” e lembraram o episódio envolvendo o youtuber Julio Cocielo, que comparou a velocidade do jogador francês Mbappé a de um ladrão fazendo arrastão na praia.

“Jacaré Banguela” chegou a figurar entre os assuntos mais comentados do Twitter. O humorista apagou a publicação e deixou o debate para os seguidores, sem concordar com o racismo embutido na piada. “Bem, o que eu fiz tá feito e apagado. Agora o julgamento é com vocês. Discordo de algumas opiniões, mas o espaço está aberto e o debate sempre será livre”, escreveu.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários