Redação Pragmatismo
Tragédia 20/Oct/2017 às 15:20 COMENTÁRIOS

URGENTE: Menino filho de PM abre fogo em escola de Goiânia; há mortos e feridos

Dois estudantes morreram e outros quatro ficaram feridos após um filho de PM descarregar uma pistola calibre .40 em escola de Goiânia. O garoto foi contido quando tentava recarregar a arma para continuar o ataque

Menino filho de PM abre fogo em escola de Goiânia ataque

Um estudante de 14 anos atirou no fim da manhã desta sexta-feira (20) dentro do Colégio Goyases, escola particular de ensino infantil e fundamental, em Goiânia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, dois estudantes morreram e outros quatro ficaram feridos na unidade, localizada no Conjunto Riviera, bairro de classe média.

Os mortos são João Pedro Calembo e João Vitor Gomes, cujas idades não foram confirmadas. Os feridos são os menores L.F.B., 14; Y.M.B., 13; I.M.S., 14; e M.R.M., 13.

O porta-voz da Polícia Militar, coronel Marcelo Granja, informou que o atirador é filho de policiais militares e usou a arma da corporação, uma pistola calibre .40, no ataque.

Inicialmente, os Bombeiros divulgaram que o total de mortos e feridos chegava a sete pessoas. Posteriormente, foi informado que o total de vítimas foi de seis (dois mortos e quatro feridos).

O crime

Testemunhas relataram que o adolescente estava dentro da sala de aula e, no intervalo, tirou da mochila a arma, uma pistola .40, e efetuou os disparos. Em seguida, quando ele se preparava para recarregar o revólver, foi contido por alunos e professores.

O Instituto Médico Legal (IML) informou que, até as 14h, os corpos dos dois estudantes não tinham sido levados para a unidade.

Já o suspeito pelos tiros foi levado à sede da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) e, em seguida, encaminhado para o IML para os exames de corpo de delito. Posteriormente, deve retornar à delegacia.

Feridos

Um dos feridos é um garoto de 13 anos, que tem quadro de saúde grave. Ele está orientado, consciente e respira espontaneamente. Ele passa por avaliação na emergência.

A outra ferida é uma adolescente de 13 anos, que também tem quadro grave. Ela está orientada, consciente, respira com auxílio de oxigênio. Ela também passa por avaliação.

O terceiro ferido é outra estudante, cuja idade ainda não foi confirmada, que também tem quadro de saúde grave. Ela está orientada, consciente, respira com ajuda de oxigênio e também passa por avaliação na emergência.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde do quarto estudante ferido.

Leia também:
Chacina no Texas: atirador foi professor de estudos bíblicos
Guitarrista que apoiou liberação das armas a vida inteira muda de ideia após Las Vegas
Menina mata professor de tiro com disparo acidental
Adolf Hitler, fã do controle de armas ou pura falácia?
Desarmamento e armas de fogo: mitos e verdades

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários