Redação Pragmatismo
Lula 24/Aug/2017 às 15:40 COMENTÁRIOS

Juiz do TRF-4 dá despacho no caso Lula em tempo recorde

O processo de Lula no TRF4 já entrou na excepcionalidade de atuação do órgão, graças ao relator, desembargador João Pedro Gebran Neto, demonstrando a parcialidade do órgão. Não há sequer o cuidado de economizar parcialidades em pontos mais relevantes

Juiz do TRF-4 dá despacho no caso Lula em tempo recorde

Luis Nassif, Jornal GGN

O processo de Lula no TRF4 já entrou na excepcionalidade de atuação do órgão, graças ao relator, desembargador João Pedro Gebran Neto, demonstrando a parcialidade do órgão. Não há sequer o cuidado de economizar parcialidades em pontos mais relevantes. No quadro atual de ativismo do Judiciário, é-se parcial em todos os momentos.

A sentença do juiz Sérgio Moro no caso do triplex foi exarada em 12 de julho passado. No dia 31 de julho, dentro do prazo, a defesa de Lula informou que apelaria da sentença.

O processo foi remetido então para o TRF4. Chegou ontem às 11:04. Às 17:45 houve a remessa interna para o relator. Às 18 horas, o relator Gebran processou o despacho para intimar a defesa para apresentar as razões recursais.

O prazo de 7 horas é o menor já registrado no TRF4 dentre todos os prazos de processos analisados, comprovando a excepcionalidade com que Gebran vem tratando os processos de Lula. São atitudes de magistrados que se movem apenas de acordo com seus próprios interesses políticos, jogando para segundo plano a responsabilidade em relação à imagem do Judiciário.

juiz trf4 despacho processo lula tempo recorde

Leia também:
Citado por Gebran no TRF-4, jurista diz que seu texto foi “totalmente descontextualizado”
Fragilidade do voto de Gebran contra Lula chama a atenção de juristas
Tratamento de Gebran à defesa de Lula revelou julgamento viciado
Reinaldo Azevedo, detrator de Lula, diz que voto de Gebran foi “lamentável”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários