Redação Pragmatismo
Lula 24/Jan/2018 às 16:27 COMENTÁRIOS

Reinaldo Azevedo, detrator de Lula, diz que voto de Gebran foi "lamentável"

Um dos principais detratores de Lula na mídia brasileira, Reinaldo Azevedo deixou as diferenças com o ex-presidente de lado para criticar o voto do desembargador Gebran Neto no TRF-4: “Uma das coisas mais lamentáveis do ponto de vista jurídico”

Reinaldo Azevedo Lula TRF-4 Gebran
Reinaldo Azevedo

O jornalista Reinaldo Azevedo surpreendeu ao fazer duras críticas ao voto do desembargador Gebran Neto, relator do processo contra Lula sobre o triplex do Guarujá no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

Segundo ele, o voto de Gebran “trata-se de uma das coisas mais lamentáveis do ponto de vista jurídico”, já que o desembargador apontou apenas indícios de que o triplex pertence a Lula, sem apresentar nenhuma prova.

Azevedo é conhecido por suas posições abertamente conservadoras e é, na mídia brasileira, considerado um dos principais detratores de Lula. Ex-revista Veja, hoje o jornalista trabalha para o jornal Folha de S.Paulo e também comenta na rádio BandNews FM e na Rede TV!.

O julgamento de Lula no TRF-4

Pouco antes das 14h, o desembargador João Pedro Gebran Neto proferiu o primeiro voto do julgamento.

Relator do processo, ele manteve a condenação de Lula por Sergio Moro, mas aumentou a pena do ex-presidente para 12 anos e 1 mês de reclusão.

A pena inicial determinada por Moro havia sido de 9 anos e 6 meses. O julgamento continua e mais dois desembargadores irão votar.

Leandro Paulsen, segundo desembargador a votar, já antecipou que se posicionará favoravelmente à condenação de Lula sentenciada pelo juiz Sergio Moro.

O JULGAMENTO AO VIVO:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários