Redação Pragmatismo
Mundo 30/Ago/2021 às 07:10 COMENTÁRIOS
Mundo

Em novo ataque contra Estado Islâmico, EUA atingem carro suspeito de carregar 'homens-bombas'

Publicado em 30 Ago, 2021 às 07h10

Oficial afegão afirmou em anônimo para a Associated Press que três crianças teriam morrido na operação; governo Biden declarou estar 'confiante de que o alvo foi atingido'

ataque contra Estado Islâmico EUA atingem carro suspeito de carregar homens-bombas
Veículo destruído é visto dentro de uma casa após ataque de drones dos EUA (Imagem: Khwaja Tawfiq Sediqi | AP)

Opera Mundi

Os Estados Unidos realizaram novo ataque com drone não tripulado neste domingo (29) em Cabul, capital do Afeganistão, contra o grupo Estado Islâmico Khorasan (EI-K). O alvo da operação era um carro que supostamente carregava explosivos e homens-bombas, que estaria se deslocamento para região do aeroporto de Cabul para um novo ataque suicida.

Explosões secundárias significativas do veículo indicaram a presença de uma quantidade significativa de material explosivo“, disse o Pentágono, afirmando que o governo está “confiante de que o alvo foi atingido”.

Leia também: Estado Islâmico Khorasan: Rival do Talibã ameaça a retirada dos EUA no Afeganistão

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos informou que o objetivo da ação foi alcançado. Bill Urban, porta-voz do Comando Central dos Estados Unidos, afirmou que não há indícios de vítimas civis.

Para a agência Associated Press, um oficial afegão disse, de forma anônima, que três crianças teriam morrido no ataque. Até o momento, não se sabe se evento está ligado à outra explosão que ocorreu em um prédio residencial na região ao norte do aeroporto de Cabul ainda neste domingo.

Na última quinta-feira (26), a explosão de duas bombas em um ataque suicida nos arredores do aeroporto, principal rota de evacuação do país no momento, provocou a morte de pelo menos 180 pessoas, entre elas, 13 soldados norte-americanos. O grupo EI-K assumiu a autoria do atentado.

O presidente dos EUA Joe Biden e sua esposa Jill Biden foram para Delaware neste domingo (29) para uma sessão solene em homenagem aos 13 soldados norte-americanos mortos no ataque suicida de quinta-feira.

Fique por dentro: Biden fala em retaliação aos responsáveis dos ataques no Afeganistão

No sábado (28), Biden havia alertado que um novo ataque ao local seria “muito provável” nas “próximas 24 a 36 horas” e que o bombardeio norte-americano que matou dois membros do grupo Estado Islâmico não seria o último.

A situação no local continua extremamente perigosa e a ameaça de um ataque terrorista no aeroporto continua alta”, escreveu o presidente em um comunicado após reunião com seus conselheiros militares e de segurança.

Após o alerta, a embaixada norte-americana em Cabul pediu para seus cidadãos evitarem de ir ao aeroporto da capital afegã, ressaltando que qualquer pessoa perto das entradas deveria sair imediatamente.

O Talibã, por sua vez, anunciou que vai assumir o “controle total” do aeroporto de Cabul quando todos os militares e civis dos EUA tiverem partido.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

COMENTÁRIOS