Redação Pragmatismo
Juristas 01/Nov/2019 às 15:35 COMENTÁRIOS
Juristas

Juiz que ganha R$ 19 mil diz passar dificuldade após fim do auxílio-moradia

Publicado em 01 Nov, 2019 às 15h35

Juiz que ganha R$ 19 mil por mês diz que está passando dificuldade e adquiriu dívidas após o fim do auxílio-moradia. O magistrado reclama que as "despesas triplicaram" desde o nascimento das filhas: "meu salário é bom para uma pessoa solteira"

O juiz Ralph Moraes Langanke
O juiz Ralph Moraes Langanke

No mês de setembro, o procurador Leonardo Azeredo, de Minas Gerais, ganhou as manchetes da mídia nacional após o vazamento de um áudio em que ele reclama do seu salário “miserê”. Somados todos os rendimentos, Azeredo ganhava mais de R$ 60 mil por mês.

Na última quarta-feira (30), mais um membro do judiciário brasileiro posicionou-se publicamente contra o próprio salário. Trata-se do juiz Ralph Moraes Langanke, da comarca de Ibirubá (RS), que está irritado com a perda do seu auxílio-moradia de R$ 2 mil.

O magistrado recebe R$ 19 mil por mês de salário líquido, mas seus rendimentos chegam a ultrapassar os R$ 50 mil/mês. Em julho deste ano, ele recebeu R$ 53 mil segundo seu contracheque. Em agosto, R$ 40 mil. Ele afirma que os rendimentos extras foram pagos pois ele recebeu diárias por ter trabalhado como juiz substituto em outra comarca.

Ralph, que jé juiz há 22 anos, reclama que está endividado e não tem conseguido exercer as suas atribuições desde de que seu auxílio-moradia foi cortado, após decisão do STF.

O Supremo Tribunal Federal determinou no início do ano que só deve receber auxílio-moradia o juiz que não tem imóvel na cidade onde trabalha, não ocupa imóvel funcional e que trabalha em cidade diferente do seu posto de trabalho original.

Por ser devedor do Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul), Langanke já se declarou suspeito para julgar cerca de 20 ações em que a instituição financeira está envolvida.

Sobre o seu salário, Ralph é categórico: “Não acho justo. Pelo trabalho que exerço, pelo risco que corro todos os dias, acho que merecia ganhar mais. Meu salário é bom para uma pessoa solteira. Mas para quem tem esposa e duas filhas, é pouco. Minhas despesas triplicaram desde o nascimento das minhas filhas”.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), um trabalhador brasileiro recebe, em média, R$ 2.234 por mês. A metade mais pobre da população recebe R$ 820 por mês — menos que um salário mínimo (R$ 998).

juiz reclama salário
O juiz Ralph Moraes Langanke (reprodução/câmara municipal Ibirubá)

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários