Redação Pragmatismo
Direita 05/Nov/2019 às 15:50 COMENTÁRIOS
Direita

Blogueiro de Bolsonaro afirmou que "masturbação mata neurônios"

Publicado em 05 Nov, 2019 às 15h50

Blogueiro extremista que articula militância bolsonarista era conhecido por ideias folclóricas como a "masturbação queima neurônios" ou "cigarro não faz mal à saúde". Disseminador de fake news, ele plantou notícias sobre cocaína para atacar seus adversários. Hoje, ele presta depoimento na CPI das Fake News

Allan dos Santos fake news
Allan dos Santos

O blogueiro Allan dos Santos está sendo ouvido desde as 13h pela CPMI das Fake News nesta terça-feira (5) em Brasília. O depoimento do criador do portal ‘Terça Livre’ é um dos mais aguardados porque ele é considerado um dos líderes de um esquema de divulgação de notícias falsas e de ataques a adversários do presidente Jair Bolsonaro estimulado pelo próprio Palácio do Planalto.

Criado em 2014, o Terça Livre ganhou destaque nas eleições de 2018, quando, durante a campanha, o blogueiro passou a atuar próximo à família Bolsonaro. Idealizador do site, Allan dos Santos é um fiel seguidor de Olavo de Carvalho, escritor considerado guru do bolsonarismo, e visto como uma espécie de herói por protagonizar embates com veículos da imprensa.

Na posse do presidente Jair Bolsonaro no início do ano, Allan dos Santos e outros blogueiros identificados como “mídia alternativa” tinham credencial especial para circular livremente pelos palácios de Brasília.

Em seu perfil, Allan dos Santos afirmou que é com o “apoio de inúmeros homens e mulheres patriotas” que o portal Terça Livre se tornou “o maior canal conservador de informação e cultura da América Latina”. Em uma outra publicação, Allan afirma que “a melhor defesa é o ataque”.

O requerimento de convocação alega que Allan dos Santos é “um dos mais conhecidos propagadores de fake news na internet”, cuja atuação tem sido “questionada desde a sua fundação, por conta de inúmeras notícias falsas veiculadas por essa página. Também ficou conhecido por atuar durante a campanha eleitoral de 2018 próximo ao então candidato Bolsonaro e seus filhos”, diz o documento.

Em depoimento prestado na semana passada, o deputado federal Alexandre Frota (SP), ex-PSL e ex-aliado de Bolsonaro e hoje no PSDB, acusou Allan dos Santos e Olavo de Carvalho de comandarem uma rede virtual de propagadores de notícias falsas e de incentivar seus seguidores a promoverem ataques aos adversários.

No depoimento, ele também questionou o rápido enriquecimento de Allan após ter se aproximado da família Bolsonaro. “Até um tempo atrás ele não tinha onde cair morto, hoje está em uma mansão em Brasília [bancada por Eduardo Bolsonaro], com um carro alugado, um tal de um Corolla, um carro de luxo. Ele, inclusive, anda aqui dentro da Câmara credenciado, ao lado do presidente, como se fosse um assessor de comunicação”, afirmou durante o depoimento.

SAIBA MAIS: Blogueiro extremista mora em mansão bancada por Eduardo Bolsonaro

“Masturbação mata neurônios”

A falta de seriedade e a prova de que Allan arregimenta uma série de bitolados está comprovada em um dos seus vídeos mais famosos. No conteúdo, o blogueiro que se autodeclara um cristão conservador afirmou que a “masturbação mata neurônios”. Por outro lado, contrariando milhares de pesquisas realizadas durante décadas pelas melhores universidades do mundo, Allan defende que “fumar não faz mal à saúde”.

Olavo de Carvalho, mentor de Allan Dos Santos, até muito recentemente também isentava o cigarro de qualquer perigo para a saúde humana e aparecia fumando em todos os vídeos que lançava na internet. No entanto, o escritor precisou parar de fumar após ser diagnosticado com um cisto na traqueia. Ele passou por cirurgia.

Cocaína

Allan dos Santos seria considerado um personagem folclórico em qualquer país sério do mundo. No Brasil atual, porém, ele tem papel de destaque e é forte aliado dos donos do poder. O blogueiro joga pesado, a ponto de plantar notícias sobre cocaína para atacar seus adversários.

O dono do ‘Terça Livre’ publicou que Glenn Greenwald, do The Intercept Brasil, foi internado na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro (RJ), após sofrer um infarto por uso de cocaína. O boato disseminado por Allan contra Glenn viralizou nas redes sociais em junho deste ano. Foi uma tentativa de deslegitimar o escândalo da Vaza Jato.

Não foi difícil desmascarar a fake news da cocaína. Isto porque no momento em que Allan dizia que Glenn Greenwald estava internado, o editor do The Intercept publicou uma série de tuítes e vídeos comprovando que não estava com qualquer problema de saúde.

No texto apontado como mentiroso, o blogueiro disse ainda que “uma outra fonte informou que ele possui histórico de internações na Clínica São Vicente por abuso de drogas”. Na época, a Clínica São Vicente informou que Glenn não havia sido internado no local.

AO VIVO, CPMI DAS FAKE NEWS:

Siga-nos no Instagram | Twitter | Facebook

Recomendações

Comentários