Redação Pragmatismo
Direita 16/Jul/2019 às 23:17 COMENTÁRIOS
Direita

Danilo Gentili é chamado de "comunista" após criticar filho de Bolsonaro

Publicado em 16 Jul, 2019 às 23h17

Apresentador que apoiou o atual presidente passa a ser achincalhado pelo núcleo duro do Bolsonarismo. Danilo Gentili criticou indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador nos EUA

Danilo Gentili
Danilo Gentili

O apresentador Danilo Gentili, do SBT, compartilhou um vídeo (assista abaixo) em sua conta do Twitter em que zomba da intenção de Jair Bolsonaro de colocar seu filho como embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Para completar a postagem, o humorista ainda utilizou a hashtag #SenadoVetaEduardo.

Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (16) que já se decidiu pela indicação do filho, porém a decisão final não é do presidente. Segundo a Constituição brasileira, para ser confirmado como embaixador nos EUA, Eduardo Bolsonaro terá que passar por sabatina no Senado.

Depois de se manifestar, Gentili acabou atacado por muitos apoiadores de Jair Bolsonaro — fato raro, já que o humorista fez campanha por Bolsonaro na última eleição presidencial.

“Danilo Gentili virou esquerdista ou sempre foi? É um oportunista que usou a popularidade da direita como trampolim para subir na vida. Comunista!”, esbravejou um internauta.

Um outro internauta pediu a demissão de Gentili, e ele aproveitou o gancho para fazer uma crítica.

“Foi bom enquanto durou, pessoal. Estou passando no RH do SBT para assinar minha demissão. O motivo? Postei: ‘Senado Veta Eduardo’. Muito obrigado a todos pela audiência esses anos todos. Estou indo entregar currículo para fritar hamburguer”, ironizou Gentili.

Perseguição

A provocação sobre a “demissão” está relacionada ao fato de que diversos jornalistas do Brasil estão tendo suas cabeças pedidas por bolsonaristas quando se critica a atual gestão federal.

Foi o caso da colega de Danilo Gentili, a jornalista Rachel Sheherazade, que teve sua demissão sugerida publicamente por um dos patrocinadores do SBT, o empresário Luciano Hang — proprietário da Havan.

Crítico do governo Bolsonaro, o historiador Marco Antonio Villa foi demitido da Jovem Pan após pressão do governo. A rádio é apoiadora da atual gestão.

Dias antes de morrer, Paulo Henrique Amorim foi afastado da condução do programa ‘Domingo Espetacular’, na TV Record. Edir Macedo, dono da emissora, é aliado de Bolsonaro.

Robôs

Danilo Gentili voltou ao Twitter na noite desta terça para denunciar os robôs de Eduardo Bolsonaro.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários