Redação Pragmatismo
Rio de Janeiro 21/Jun/2019 às 09:58 COMENTÁRIOS
Rio de Janeiro

Deputada Flordelis colocava remédio na comida do marido, diz filho

Publicado em 21 Jun, 2019 às 09h58

Filho da deputada Flordelis diz que mãe e irmãs colocavam remédio na comida do pai, Anderson do Carmo. Segundo novo depoimento, 3 irmãs e a própria mãe podem estar envolvidas na morte de pastor. Velório do pai foi um "grande teatro", conta o jovem

deputada flordelis morte marido
A deputada Flordelis (imagem: reprodução/correio24horas)

A deputada Flordelis (PSD) e três de suas filhas estariam envolvidas no assassinato do pastor Anderson Carmo, morto a tiros no último domingo. As informações foram dadas em depoimento à polícia nesta quinta-feira (20) por um dos filhos do casal.

O jovem contou que uma das irmãs ofereceu R$ 10 mil ao irmão Lucas dos Santos para matar o pastor. Procurada, a deputada afirmou por meio da assessoria que não irá se pronunciar sobre o assunto.

A identidade do jovem que prestou depoimento foi mantida em sigilo pela polícia para não atrapalhar as investigações e para a proteção de sua própria integridade física.

Segundo os relatos, a mãe e três irmãs colocavam remédio na comida do pai e isso seria a causa de seus problemas de saúde. Ele contou também que o pai mostrou uma ameaça de morte que tinha recebido em fevereiro.

O filho disse ainda que não houve barulho, confusão e nem moto em fuga no momento da execução do pai. Ele afirmou que viu o irmão Flávio, que confessou ter dado seis tiros no pai, ao lado do corpo ensanguentado, recolhendo uma mochila de couro e o telefone celular do pastor. O aparelho foi entregue para a mãe Flordelis, segundo o depoimento.

Os policiais ainda não encontraram os celulares de Flordelis, do pastor e de Flavio. Também não acharam a mochila. Segundo o filho, Flordelis teria afirmado que “a hora do pai estava chegando”. Ele descreveu o comportamento desesperado dos parentes no velório como um “grande teatro”.

Até o momento, estão presos os filhos Lucas e Flávio. A deputada Flordelis tem 55 filhos, sendo que apenas três são biológicos.

Relembre o caso

Anderson e Flordelis voltavam de uma confraternização e teriam sido seguidos até a casa deles no último domingo. Segundo a deputada contou à polícia, depois que chegaram em casa, o marido voltou à garagem porque teria esquecido algo dentro do carro.

Nesse momento, a família ouviu o som dos disparos e desceu correndo. Anderson chegou a ser levado ao Hospital Niteroi D’Or, onde morreu. Os atiradores fugiram sem levar nada.

Testemunhas disseram que três homens encapuzados fizeram disparos. O cachorro da família teria sido dopado para não alertar sobre a presença de desconhecidos.

Conheça: Flordelis, a deputada que teve o marido executado e é mãe de 55 filhos

Em um primeiro momento, a deputada Flordelis contestou a hipótese de que seus filhos estariam envolvidos na execução. “Isso é ridículo, acusar alguém sem provas”, afirmou, durante o enterro de Souza.

Flordelis dizia acreditar que o marido foi morto durante uma tentativa de assalto, em um latrocínio. “É nisso que eu acredito: que foi um assalto e ele morreu defendendo a família”. Essa hipótese já está descartada pela polícia.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. C.Poivre Postado em 05/Jul/2019 às 16:20

    Bolsomínions ameaçaram senadores: https://www.cartacapital.com.br/politica/senadora-e-ameacada-de-morte-por-milicias-digitais-bolsonaristas/