Redação Pragmatismo
Barbárie 18/Dec/2018 às 14:41 COMENTÁRIOS

Homem envolvido em morte de youtuber é solto no Paraná

Réu em processo que apura morte de youtuber é colocado em liberdade no Paraná. Jovem de 14 anos levou um tiro na cabeça

Isabelly Cristine Santos morte youtuber
Isabelly Cristine Santos

A Justiça do Paraná decidiu colocar Cleverson Vargas em liberdade nesta segunda-feira (17). O homem é réu em um processo que apura a morte da youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos.

Cleverson e o seu irmão, Everton Vargas, foram denunciados pelo assassinato da jovem. O crime aconteceu em fevereiro deste ano no Balneário Canoas, em Pontal do Paraná.

Embriagado, Cleverson dirigia o carro e disse que foi surpreendido por uma “fechada” no trânsito. Os irmãos alegam que se sentiram ameaçados, pois imaginaram que seriam alvos de um assalto.

Sem descer do carro, Everton, que estava no banco do carona, sacou sua arma e disparou contra o veículo em que estava Isabelly. A jovem foi atingida um pouco acima do olho esquerdo e morreu.

Isabelly estava no banco de trás do carro, ao lado da mãe. Na frente estavam um amigo e o pai do amigo, Herbert Luiz de Félix, que dirigia o veículo.

Herbert disse em depoimento à Polícia Civil que foi fechado por um carro pouco antes do crime. Ele relatou ainda que, logo após a fechada, o carro parou a cerca de 60 metros e que um dos ocupantes do veículo, sem descer do mesmo, efetuou três disparos.

Os irmãos alegam que foram ameaçados e agiram por “instinto de defesa”. Relembre:

— Homem que matou youtuber de 14 anos diz que tentou “se defender”

Na decisão de soltura, a juíza Carolina Valiati da Rosa pediu que Cleverson não seja julgado pelo júri popular e responda na Justiça apenas pelo crime de embriaguez ao volante.

Para a juíza, não há provas que embasem a versão de que Cleverson reduziu voluntariamente a velocidade do veículo que dirigia, para possibilitar que o irmão atirasse contra o carro onde estava a vítima.

A magistrada também aceitou o argumento da defesa de que Cleverson não sabia que o irmão estava armado no carro. A juíza determinou que Cleveron cumpra algumas medidas cautelares, como não se ausentar da Comarca em que mora sem prévia autorização judicial.

Promotor

Segundo o promotor, os irmãos foram os responsáveis pelo incidente de trânsito na PR-412, que antecedeu os disparos e quase acabou em acidente.

A denúncia informa que o carro em que estava Isabelly realizava uma ultrapassagem regular, quando o carro em que estavam os denunciados saiu da pista exclusiva de conversão à esquerda para realizar uma conversão à direita.

Foi nesse momento que o carro em que estava a vítima sofreu uma “fechada” e precisou fazer retornos para desviar das tartarugas, antes de voltar ao seu trajeto normal.

De acordo com o promotor Gladyson Sadao Ishioka, o fato de estarem sob o efeito de álcool não exime os dois da responsabilidade penal e não serve como justificativa para que aleguem que estavam em situação de iminente agressão.

Everton foi denunciado pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e também vai responder por porte ilegal de arma de fogo e munição. Cleverson Vargas deverá responder apenas por embriaguez ao volante.

As investigações policiais demonstraram que não houve situação de legítima defesa, como alegam os denunciados.

cleverson everton morte youtuber Paraná
Os irmãos Cleverson (esq) e Everton (dir)

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários