Redação Pragmatismo
Saúde 17/Dec/2018 às 17:11 COMENTÁRIOS

30% dos médicos brasileiros selecionados para substituir cubanos ainda não apareceram

A um dia do fim do prazo, 2.500 médicos formados no Brasil que foram selecionados para preencher as vagas dos profissionais cubanos no Mais Médicos ainda não apareceram para trabalhar

médicos brasileiros substituir cubanos
(Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Rafael Neves, Congresso em Foco

Dos 8.411 médicos formados no Brasil que foram selecionados para preencher as vagas dos profissionais cubanos no Mais Médicos, 2.476 (ou seja, 29,43% do total) ainda não se apresentaram aos locais para onde foram designados.

O prazo dado pelo Ministério da Saúde para o comparecimento dos profissionais, que já havia sido estendido, vence nesta terça (18).

O ministério não divulgou os municípios onde estão os médicos faltantes, porque ainda está em andamento a “segunda chamada” do programa, para médicos – brasileiros ou estrangeiros – formados no exterior.

As inscrições foram encerradas no último domingo (16) e, segundo a pasta da Saúde, 10.205 profissionais se inscreveram.

A partir da próxima quinta (20), o governo fará um balanço das localidades com vagas em aberto. Na quinta seguinte, dia 27, médicos brasileiros formados no exterior escolherão municípios com vagas disponíveis. A vez dos médicos estrangeiros, por fim, será já em 2019, nos dias 3 e 4 de janeiro.

Leia também:
Brasileiros do Mais Médicos desprezam Norte, Nordeste e distritos indígenas
A carta de um médico cubano a Jair Bolsonaro
Médicos brasileiros começam a substituir cubanos, mas desistências preocupam
O povo cubano não dá o que sobra, mas compartilha o que tem”
Os Mais Médicos e uma história real

Acompanhe Pragmatismo Político no InstagramTwitter e no Facebook

Recomendações

Comentários