Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 21/Nov/2018 às 11:37 COMENTÁRIOS

Sertanejo que xingou Fernanda Lima pede desculpas

Cantor Eduardo Costa se desculpa após xingar Fernanda Lima. Retratação acontece mais de 10 dias após as agressões

Eduardo Costa cantor Fernanda Lima
O cantor Eduardo Costa

“Fui no calor da emoção e falei coisas que não penso, que não gosto de falar. Fui babaca, fui babacão mesmo. Me arrependo, fui infeliz nas palavras, quero até pedir desculpas pra Fernanda, pro marido dela, pros filhos dela, pros fãs dela. Fui infeliz nas minhas palavras ali. Não me arrependo do que falei, me arrependo da forma com que falei”.

A declaração acima foi dada pelo cantor Eduardo Costa durante entrevista ao SBT nesta segunda-feira (19). O sertanejo fez uma espécie de mea culpa sobre os xingamentos que proferiu contra Fernanda Lima após as eleições presidenciais de 2018.

Na ocasião, Eduardo Costa se irritou por causa de um discurso da apresentadora a respeito da luta das mulheres pela libertação dos estereótipos.

“Chamam de louca a mulher. A mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Se levarmos a fama, vamos, sim, deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão”, disse Fernanda.

Costa imaginou que a apresentadora estava se referindo a Jair Bolsonaro e esbravejou: “Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram em Jair Bolsonaro e, agora, vem essa imbecil com esse discurso esquerdista […] Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que a senhora só faz programa para bandido, maconheiro, esquerdista derrotado, e projetos de artistas como ela? Bolsonaro não está sozinho, o povo está com ele”.

O ataque de Eduardo Costa estimulou internautas a atacarem Fernanda nas redes sociais. Por esta razão, a apresentadora bloqueou os comentários de seu perfil no Instagram. Já o marido dela, Rodrigo Hilbert saiu em defesa da mulher e afirmou que “o amor que tenho por você é maior do que todo o ódio do mundo”.

Artistas como a cantora Elza Soares repostaram o vídeo de Fernanda com frases de apoio. “Todas nós em um só discurso”, disse Elza. Muitas outras internautas agradeceram a fala: “Continue recebendo todo amor e se blinde contra o ódio gratuito de tanta gente que só tem isso a oferecer. Estamos todas juntas”, escreveu uma internauta.

Estelionato

Embora recorra com frequência aos argumentos da ética, da moral, da família tradicional e dos bons costumes, o telhado de Eduardo Costa parece ser mais frágil do que os seus discursos sugerem.

Há 3 meses, o músico prestou depoimento no Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, em Belo Horizonte (MG).

De acordo com o delegado Vinícius Dias, o sertanejo é suspeito de estelionato em um inquérito que investiga a venda de uma casa no balneário de Escarpas do Lago, em Capitólio, no Sul de Minas, avaliada em cerca de R$ 7 milhões.

A polícia afirma que o sertanejo negociou o imóvel com um casal em troca de uma casa na Região da Pampulha, na capital mineira. A diferença de valores (R$ 2 milhões) seria paga com uma lancha, uma carro de luxo e uma moto aquática.

O delegado afirma que o casal que comprou a casa de Eduardo Costa, ao tentar registrar o imóvel, de cerca de 4 mil metros quadrados, percebeu que ele era alvo de uma ação civil pública, em que o Ministério Público Federal (MPF) pedia a demolição parcial porque o terreno estaria em uma área de preservação permanente.

As investigações começaram em outubro do ano passado e, de acordo com o delegado, estão em fase de finalização. O crime de estelionato qualificado por alienação onerosa de bens em litígio tem pena prevista de um a quatro anos de reclusão.

Lágrimas

Eduardo Costa foi às lágrimas após a confirmação da vitória de Jair Bolsonaro na noite de 28 de outubro. A comemoração foi registrada em vídeo:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários