Redação Pragmatismo
Direita 08/Nov/2018 às 23:05 COMENTÁRIOS

Rodrigo Hilbert se manifesta após esposa sofrer ataque de cantor bolsonarista

Sertanejo Eduardo Costa chamou Fernanda Lima de “imbecil” após discurso sobre empoderamento feminino. Em uma onda de solidariedade, várias personalidades postaram mensagens de carinho e apoio para a apresentadora, incluindo o seu marido

Eduardo Costa, Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima
Eduardo Costa, Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima

Fernanda Lima foi chamada de “imbecil” pelo cantor sertanejo Eduardo Costa. O xingamento foi motivado pelo discurso da apresentadora que viralizou sobre empoderamento feminino.

Eduardo Costa, que é fã de Jair Bolsonaro e publicou vídeo chorando após a vitória do presidente eleito, considerou a fala de Fernanda ofensiva ao seu ídolo e resolveu atacar a moça publicamente.

Em uma onda de solidariedade, várias personalidades postaram mensagens de carinho e apoio para a apresentadora, incluindo o seu próprio marido, Rodrigo Hilbert.

“O amor que tenho por você é maior do que todo o ódio do mundo”, escreveu Hilbert em suas redes sociais. Nos comentários, vários seguidores aplaudiram a atitude do marido de Fernanda.

A seguir, leia o discurso de Fernanda Lima e, na sequência, o que escreveu Eduardo Costa:

Fernanda Lima: “Chamam de louca a mulher. A mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e que diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca. Se levarmos a fama, vamos, sim, deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta só está começando. Preparem-se, porque essa revolução não tem volta. Bora sabotar tudo isso?”

Eduardo Costa: “Mais de 60 milhões de brasileiros votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerda! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pelo lado mais fraco, e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que essa senhora só faz programa pra maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado e pra esses projetos de artistas assim como ela? Bolsonaro não está sozinho, o povo está com ele, a senhora pode ter certeza. O Brasil vai sabotar é a senhora, se Deus quiser. Sérgio Moro vai começar a ajudar a sabotar, pode esperar”.

Diferente do que afirmou Eduardo Costa, ao citar que “mais de 60 milhões de brasileiros votaram no Bolsonaro”, o ex-presidenciável do PSL teve 57,7 milhões de votos na eleição de 2018. Fernando Haddad, seu adversário no 2º turno, acumulou 47 milhões.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários