Redação Pragmatismo
Barbárie 15/Oct/2018 às 19:01 COMENTÁRIOS

Jovem diz que matou a mãe para que ela não sofresse com o suicídio dele

Em depoimento, universitário conta que matou a mãe com 31 facadas para que ela não sofresse com a morte dele

Leonardo Oraveis matou a mãe
Leonardo Oraveis

O estudante universitário Leonardo Oraveis, de 20 anos, foi preso no último domingo (14) por matar a própria mãe, de 53 anos, a facadas. O crime aconteceu na cidade de Itápolis (SP).

A polícia informou que vizinhos da vítima pediram ajuda quando ouviram Luzia Oraveis gritando por socorro. Quando chegaram ao local, os policiais arrombaram a porta e encontraram a mulher caída no chão, bastante ferida.

Luzia foi encaminhada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o Boletim de Ocorrência, Leonardo contou que tinha a intenção de tirar a própria vida, mas que não queria deixar a mãe com o peso da morte dele e, por isso, decidiu matá-la primeiro para que ela não sofresse.

Luzia estava dormindo quando o filho entrou encapuzado com várias facas no quarto dela. O primeiro golpe na região do tórax acordou a vítima e desencadeou as tentativas de defesa e cortes pelo corpo.

Foram identificadas 31 marcas de perfuração no corpo de Luzia. O filho conseguiu fugir e foi preso horas depois no telhado de uma propriedade vizinha apenas de cueca.

A polícia achou as facas usadas no crime e informou que debaixo da cama do jovem foram encontrados 287 pinos de cocaína.

O corpo de Luzia foi enterrado na manhã desta segunda-feira (15/10) no cemitério da cidade. Leonardo está detido na delegacia de Ibitinga (SP).

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários