Redação Pragmatismo
Eleições 2018 03/Oct/2018 às 11:56 COMENTÁRIOS

Diretor do Datafolha fala sobre chances de Bolsonaro vencer no 1º turno

Diretor-geral do Datafolha e CEO do Ibope falam sobre as possibilidades de Jair Bolsonaro vencer a eleição presidencial de 2018 no 1º turno

Ibope Datafolha Bolsonaro 1º turno
Márcia Cavallari (diretora do Ibope) e Mauro Paulino (diretor do Datafolha)

O diretor-geral do instituto Datafolha classificou como “remotas” e “muito improváveis” as chances de Jair Bolsonaro (PSL) vencer a eleição presidencial de 2018 no primeiro turno, mas não descartou a possibilidade.

“Para atingir a marca que lhe daria a vitória antecipada, Bolsonaro precisaria receber até domingo uma transfusão de votos considerada grande, equivalente a 12 ou 13 pontos percentuais entre os votos válidos”, diz Mauro Paulino.

“Isso seria possível, por exemplo, se todos os eleitores de Marina, Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e Alvaro Dias (Podemos) se transferissem para o deputado do PSL. Bolsonaro depende dessa migração porque a taxa de votos brancos e nulos já caiu para 8% (próximo do patamar histórico) e há apenas 5% de indecisos disponíveis”, continua o diretor do instituto de pesquisas.

Em votos totais (incluindo brancos, nulos e indecisos), Bolsonaro aparece com 32% na pesquisa mais recente. Paulino aponta que um candidato precisaria de 43% a 45%, considerado o índice histórico de votos em branco e nulos próximo de 10%.

“As próximas pesquisas apontarão se Bolsonaro conseguirá atrair eleitores dos demais candidatos”, conclui Paulino.

Ibope

Márcia Cavallari, CEO do Ibope, afirma que é necessário aguardar as próximas pesquisas para observar um movimento simultâneo dos demais candidatos ou a manutenção de seus índices. Ela argumenta, porém, que essa tendência (de Bolsonaro vencer no 1º turno) não surgiu até agora.

“Seria preciso um esvaziamento de todos os candidatos, no Brasil inteiro. Em um país com essas dimensões, não bastaria um movimento concentrado em uma cidade só, como ocorreu com João Doria em São Paulo em 2016. Em uma capital, a informação corre com mais rapidez e permite movimentos assim”, diz Cavallari.

Pesquisas

Bolsonaro voltou a abrir distância em relação a seus adversários na nova pesquisa do Datafolha e também no Ibope, mas ainda não se aproximou de uma vitória em primeiro turno.

O presidenciável do PSL atingiu cerca de 37% dos votos válidos. Para chegar a 50% e fechar a disputa no domingo (7), Bolsonaro precisaria esvaziar o eleitorado de seus rivais.

Desde o fim da ditadura militar que assolou o Brasil por 21 anos, apenas duas eleições presidenciais foram vencidas em 1º turno: a de 1994 e a de 1998.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários