Redação Pragmatismo
Eleições 2018 03/Oct/2018 às 14:37 COMENTÁRIOS

Datafolha: 61% dos eleitores de Bolsonaro se informam pelo WhatsApp

Datafolha: 6 em cada 10 eleitores de Bolsonaro apontam o WhatsApp como a principal ferramenta de informação. Entre os que declararam voto em Fernando Haddad, segundo colocado nas pesquisas, fatia é de 38%

bolsonaro whatsapp eleitores

Novos dados da pesquisa Datafolha divulgada na noite desta terça-feira (2) jogam luz sobre o atual cenário eleitoral no Brasil.

Segundo os números, os eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) são os que mais usam redes sociais para se informar, levando em conta os quatro candidatos com maior índice de intenção de votos.

De acordo com a pesquisa, 81% dos eleitores de Bolsonaro têm conta em redes sociais. Nesse quesito, o capitão só perderia para João Amoêdo (Novo), que tem 96% dos seus eleitores cadastrados nessas plataformas. Ciro Gomes (PDT), tem 72%; Fernando Haddad (PT), 58%; e Geraldo Alckmin (PSDB), 53%.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 61% dizem se informar pelo WhatsApp, e 40% afirmam compartilhar notícias de política na plataforma. Com Ciro, são 46% e 22%, respectivamente; Haddad, 38% e 22%; e Alckmin, 31% e 13%.

Já no Facebook, 57% dos eleitores do candidato do PSL dizem que leem informações sobre o assunto e 31% compartilham conteúdo político. Para Ciro, são 50% e 22%, respectivamente. Haddad, 40% e 21%; e Alckmin, 31% e 14%.

As duas redes, ainda segundo o Datafolha, são aquelas que tem o maior número de usuários declarados durante as entrevistas feitas.

Vídeos sobre política

Depois dos eleitores de João Amoêdo, aqueles que disseram votar em Bolsonaro são os que mais assistem a vídeos sobre política. São 63%, contra 69% dos que declararam voto no candidato do partido Novo.

Entre o eleitorado de Ciro, 52% assistem a vídeos. No caso de Haddad, 43%, e de Alckmin, 39%. Os números do Datafolha, no comparativo entre os três, mostram, portanto, que o eleitor do PDT é mais participativo nos meios digitais que o do PT ou do PSDB.

Leia também:
Jair Bolsonaro votou contra lei que protege pessoas com deficiência
Jair Bolsonaro votou por privilégios e aumento de gastos
Eleitores de Bolsonaro se decepcionam com voto do deputado na denúncia contra Temer
Jair Bolsonaro se absteve e Eduardo Bolsonaro votou a favor da terceirização trabalhista
Eduardo e Jair Bolsonaro votaram a favor da entrega do petróleo brasileiro ao capital estrangeiro
Seguidores de Bolsonaro se revoltam com voto do deputado na PEC 241
Conheça os deputados que derrubaram a rotulagem de transgênicos
Contrário à PEC das Domésticas, Jair Bolsonaro perde a empregada

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários