Redação Pragmatismo
Eleições 2018 16/Oct/2018 às 22:50 COMENTÁRIOS

"Ciro corre o risco de acabar como Marina", diz Laura Carvalho

"Quer dizer que o projeto de país do Ciro Gomes é deixar o caos prevalecer pra chegar em 2022 dizendo que avisou? Corre o risco de acabar como Marina Silva. Isso se tiver eleição em 2022", afirmou a economista Laura Carvalho

Ciro risco acabar como Marina Laura Carvalho

A economista Laura Carvalho, professora da USP, criticou a postura do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) de declarar um ‘apoio crítico’ ao PT, conforme anunciou a legenda pedetista.

Quer dizer que o projeto de país do Ciro Gomes é deixar o caos prevalecer pra chegar em 2022 dizendo que avisou? Corre o risco de acabar como Marina Silva. Isso se tiver eleição em 2022“, escreveu a estudiosa no Twitter.

Ciro reconhece que o ex-presidente Lula é preso político por ter sido condenado sem provas e que o PT foi alvo de um golpe parlamentar, mas tece críticas à gestão da legenda na presidência da República, principalmente com o governo Dilma Rousseff. Em consequência, o Partido dos Trabalhadores faz articulações para conseguir apoio do PSB e isolar o pedetista nesta eleição.

Depois de o partido de Ciro anunciar um ‘apoio crítico’ a Haddad, o ex-ministro foi tirar férias na Europa.

Cid Gomes, irmão do candidato Ciro, foi a um evento de apoio à candidatura Fernando Haddad para atacar o PT, chamando os membros do partido de ‘babacas’ para logo em seguida dizer que o ‘partido merece perder’, segundo relatos da reportagem do jornal Folha de S. Paulo. Ele disse: “vão perder feio porque fizeram muita besteira, aparelharam as repartições públicas e acharam que eram donos de um país. E o Brasil não aceita ter donos“.

Leia também:
Voto na atual eleição está sendo decidido com o fígado
Conciliação ou Resistência
Bolsonaro, Haddad, Ciro: algumas comparações históricas
Ciro lança alerta sobre perigo da declaração de Jair Bolsonaro
União de Haddad e Ciro Gomes pode transformar o Brasil
Ciro Gomes diz que não vai apoiar Haddad no 2º turno
Ciro Gomes critica Moro e diz que abandona a política se Bolsonaro vencer eleição
“Eu mando e eles obedecem”, diz Ciro Gomes sobre relação com Forças Armadas
Por que a militância petista não engole Ciro Gomes?

Brasil 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários