Redação Pragmatismo
Eleições 2018 11/Oct/2018 às 09:13 COMENTÁRIOS

Bolsonaro fará ato político no momento em que deveria ir ao debate

Bolsonaro se nega a participar do debate da Band com Fernando Haddad e convoca ato político com 380 parlamentares em hotel de luxo no Rio de Janeiro

Bolsonaro ir ao debate band

Com um atestado médico em mãos, Jair Bolsonaro (PSL) descartou enfrentar Fernando Haddad (PT) no debate da Band, que seria realizado na noite desta quinta-feira (11).

Segundo os médicos, Bolsonaro estaria impossibilitado de participar não só de debates, mas de qualquer ato de campanha.

No entanto, o candidato do PSL à Presidência da República convocou 380 deputados estaduais e federais do seu partido para um evento político nesta quinta, dia em que seria realizado o debate.

O evento será realizado no Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Bolsonaro fará um discurso convocando todos a se engajarem no segundo turno. O hotel é o mesmo que a campanha havia reservado para celebrar a vitória do candidato ainda no primeiro turno.

Nesta quarta-feira (10), a Band e a RedeTV! anunciaram o cancelamento dos debates em função de negativa de Bolsonaro. A Band ainda estuda a possibilidade de marcar o encontro em uma outra data.

Em resposta, Fernando Haddad afirmou estar disposto “até a ir a uma enfermaria” para debater com Bolsonaro. “Faço o que ele quiser para ele falar o que ele pensa e debater o país. Com assistência médica, enfermaria, em qualquer ambiente”, disse.

A ausência de Bolsonaro abre uma série de questões sobre a organização dos debates. A Band chegou a enviar uma equipe ao Rio de Janeiro e preparar um esquema para que o debate fosse gravado no Rio de Janeiro em vez de São Paulo, mas a campanha de Bolsonaro rejeitou a ideia.

No primeiro turno da eleição, Bolsonaro se negou a participar do debate da TV Globo. Enquanto os presidenciáveis debatiam, o candidato deu uma entrevista exclusiva à TV Record. O evangélico Edir Macedo, dono da emissora, apoia a candidatura Bolsonaro.

Leia também:
Bolsonaro diz que não vai a debates e canta vitória: “estamos com uma mão na faixa”
“Bolsonaro peida, fede, no meio de um debate político”, diz Onyx Lorenzoni
Band ofereceu facilidades para viabilizar debate, mas Bolsonaro negou
Jair Bolsonaro não vai ao primeiro debate do 2º turno com Fernando Haddad
Adversários não souberam explorar ausência de Bolsonaro no debate da Globo

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários