Redação Pragmatismo
Política 29/Aug/2018 às 17:12 COMENTÁRIOS

Os partidos políticos mais (e menos) representativos do Brasil

Diversidade: levantamento revela quais são os partidos mais e menos representativos nas eleições de 2018. Maioria dos candidatos é branca, apesar da maioria dos brasileiros ser parda. Quatro partidos não tem nenhum candidato indígena

partidos políticos representativos congresso brasil negros mulheres índios

Os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2016 mostram que o Brasil é mais pardo do que branco.

Dos 205,5 milhões de brasileiros, quase metade (46,7%, ou 95,9 milhões de pessoas) se declara pardo, enquanto um número levemente menor (44,2% do total, ou 90,9 milhões de pessoas) se declara branco.

Já a população de pessoas que se declaram negras cresceu para 8,2% do total e totaliza 16,8 milhões de brasileiros.

Essas proporções, contudo, não se refletem entre aqueles que disputam as vagas nas eleições de 2018 para representar o povo brasileiro.

Do total de 28.254 candidaturas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 52,58% são de brancos, 35,52% são de pardos e 10,83% são de negros. Ainda há 0,61% que se declaram amarelos e 0,47% que se declaram indígenas.

1 entre 3 partidos (12 do total de 35) tem menos negros, proporcionalmente, entre suas candidaturas do que na população.

Mas, no balanço geral, a representação aumenta: são 10,82% de candidatos negros, até acima dos 8,2% de negros na população.

Diversidade

Levantamento feito entre os 28.254 candidatos e 35 partidos cadastrados para a eleição mostra quais são as siglas com maior e menor diversidade racial na disputa. PSOL, PSTU, PT, PCdoB e Rede se destacam positivamente.

O PSOL tem o maior número absoluto de candidatos negros: são 298. Proporcionalmente, é o terceiro com mais candidatos negros: 22,54% de um total de 1.322 candidatos.

Também é o partido com mais candidatos indígenas: 27. Proporcionalmente, é o terceiro partido com mais representação indígena: 2,04% do total.

Já o PSTU é, proporcionalmente, o partido com mais representantes negros: 42,18% do seu total de 211 candidatos. Também é o segundo, proporcionalmente, com mais candidatos indígenas: 3,31% (ou 7 candidatos).

A primeira colocação nesse quesito é do PCdoB, onde os indígenas representam 5,4% do total de 92 candidatos.

Todos os partidos têm menos candidatos pardos que brancos, ou seja: nenhum deles reflete a proporção nacional. Nenhum, tampouco, tem maioria negra.

Apenas dois partidos atingiram algo que poderia ser chamado de “equidade racial”: o PSTU e o PSC.

O PSTU tem o mesmo número de candidatos brancos e negros: 89 cada. Já o PSC tem o mesmo número de candidatos brancos e pardos: 380 cada.

Por sua vez, o PHS chega muito perto da equidade entre brancos e pardos, com proporção de 44,91% e 44,41%, respectivamente.

Partidos com mais candidatos negros (total e proporcional)

# Partido Número de candidatos negros
1 PSOL 298
2 PT 275
3 PCdoB 182
4 Rede 125
5 PRP 114
6 Patriotas 109

# Partido Proporção de candidatos negros
1 PSTU 42,18%
2 PCdoB 22,89%
3 PSOL 22,54%
4 PT 21,53%
5 PCB 19,56%
6 PMB 18,85%
Proporção na população: 8,2%

Partidos com mais candidatos indígenas (total e proporcional)

# Partido Número de candidatos indígenas
1 PSOL 27
2 PT 14
3 Rede 10
4 PCdoB 9
5 PSTU 7
5 PHS 7

# Partido Proporção de candidatos indígenas
1 PCB 5,4%
2 PSTU 3,31%
3 PSOL 2,04%
4 Rede 1,19%
5 PCdoB 1,13%
6 PT 1,09%
Proporção na população: 0,47%

Os mais brancos

Na outra ponta da tabela, o Partido Novo (do candidato à Presidência João Amoêdo) é o partido mais branco e menos diverso dessas eleições.

É o partido com o maior proporção de representantes brancos (84,54% do total de 414 candidatos) e menor proporção de representantes negros (apenas 1,2% do total, ou cinco candidatos). Com 13,28% de candidatos pardos, é o segundo partido com menos representantes nesta categoria.

O Novo também é um dos únicos quatro partidos que não tem nenhum candidato indígena, junto com PCO, PMN e PROS. Todos os outros 31 partidos tem ao menos um.

Outro partido que se destaca pela falta de diversidade racial é o PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro. O partido é o segundo com menor proporção de candidatos negros: 4,93% do total, ou 74 negros entre seus 1.499 candidatos.

O PSDB do presidenciável Geraldo Alckmin vem logo atrás, com a terceira menor proporção de candidatos negros: 5,87% do total, ou 55 dos 936 candidatos.

PSDB e MDB (antigo PMDB) se destacam no top 6 entre os partidos com mais brancos e no top 6 entre os partidos com menos negros.

Veja quais são os partidos com mais brancos e com menos negros candidatos:

Partidos com mais candidatos brancos (proporcional)

# Partido Proporção de candidatos brancos
1 Novo 84,54%
2 PCO 68,2%
3 PSD 66,08%
4 PP 63,66%
5 MDB 63,01%
6 PSDB 62,65%
Proporção na população: 44,2%

Partidos com menos candidatos negros (total e proporcional)

# Partido Total de candidatos negros
1 Novo 5
2 PCO 15
3 PCB 18
4 PSD 42
5 PTB 43
6 PPS 44
# Partido Proporção de candidatos negros
1 Novo 1,2%
2 PSL 4,93%
3 PSDB 5,87%
4 PSD 6,08%
5 MDB 6,21%
6 PTB 6,7%
Proporção na população: 8,2%

Partidos com menos candidatos indígenas

Partido Número de candidatos indígenas
1 Novo Zero
2 PCO Zero
3 PMN Zero
4 PROS Zero
5 DEM 1
6 PMB 1
7 PP 1
8 PR 1
9 PRP 1
10 PSDB 1

Leia também:
PT é o partido preferido dos brasileiros, revela nova pesquisa Ibope
Apenas o PSDB não entregou a prestação de contas de 2017
Ibope divulga ranking dos partidos preferidos pelo eleitorado
O ranking dos partidos que mais elegeram prefeitos em 2016
Ibope divulga ranking dos partidos preferidos pelo eleitorado

Guilherme Dearo, Exame

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários