Redação Pragmatismo
PT 15/Mar/2018 às 05:56 COMENTÁRIOS

Ibope divulga ranking dos partidos preferidos pelo eleitorado

Ibope divulga ranking dos partidos preferidos pelo eleitorado. Pesquisa também revelou que maioria do eleitorado está pessimista ou apreensiva com as eleições deste ano. E mais preocupada com transformações sociais

ibope ranking dos partidos preferidos eleitorado pt pmdb psdb

RBA

O PT, vitorioso nas últimas quatro eleições presidenciais, é apontado como o partido preferido de 19% da população e lidera, com folga, pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta terça (13). Em segundo nas preferências, está o MDB, do presidente Michel Temer, com 7%, seguido pelo PSDB, que conta com a simpatia de 6% do eleitorado. Na quarta colocação, aparece o Psol, com 2%. Outros 11 partidos – DEM, PCdoB, PDT, PR, PPS, PSB, PSC, PSD, PTB, PV e Novo – registraram apenas 1% de apoio.

As demais agremiações partidárias, juntas, somaram 3%. A maior parcela (48%) afirmou não ter preferência por nenhum partido, e 5% não responderam. Em relação às eleições de outubro, 44% dizem estar pessimistas, 20% estão otimistas, 23%, impassíveis e 13% não sabem o que esperar ou não responderam.

A pesquisa, intitulada Retratos da Sociedade Brasileira, que procurou identificar perspectivas para as eleições presidenciais deste ano, revela também que a escolha de deputados e senadores alinhados politicamente com candidato do Executivo tende a fazer mais sentido para os eleitores com menor grau de instrução.

O levantamento também aponta que 44% esperam por mudanças sociais, no próximo mandato, enquanto 32% defendem o combate à corrupção como prioridade. Questões como desemprego e inflação aparecem em terceiro lugar nas preocupações dos eleitores.

As mulheres (50%) estão mais preocupadas com as transformações sociais, com melhoria nas áreas de saúde, educação, desigualdade social e segurança, do que os homens (39%). Já eles estão mais atentos do que elas na punição aos corruptos (38% contra 27%).

Os mais jovens também são os mais preocupados com melhorias nas condições sociais da população, enquanto os mais velhos tendem a estarem mais atentos ao tema da moralização da política. A estabilidade econômica aparece como prioridade entre a população mais instruída, enquanto aqueles com menor grau de instrução citaram a corrupção.

O levantamento também registrou que, quanto menor o nível de escolaridade, maior a tendência para votar em um candidato rotulado como “não político“, enquanto os eleitores com nível superior tendem a discordar dessa ideia.

Por outro lado, os eleitores em sua maioria (62%) consideram muito importante que o candidato à Presidência tenha experiência/trajetória na política, e 72% também afirmam considerar como relevante passagens anteriores por outros postos, como prefeito ou governador.

Leia também:
Os partidos políticos estão em crise?
Os 26 partidos políticos que podem ser extintos no Brasil
Os Estados Unidos possuem somente 2 partidos?
O ranking dos partidos políticos com mais fichas-sujas no Brasil em 2016
Os partidos que mais receberam doações de empreiteiras da Lava Jato
Os partidos políticos que mais arrecadaram dinheiro para as eleições 2014
PSDB é o partido mais sujo do Brasil, revela ranking da justiça eleitoral

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários