Redação Pragmatismo
Eleições 2018 15/Aug/2018 às 14:06 COMENTÁRIOS

As declarações de bens de Bolsonaro, Álvaro Dias, Marina e Meirelles

Jair Bolsonaro, Álvaro Dias, Marina Silva e Henrique Meirelles registram candidatura e divulgam declaração de bens. Eles se somam a Boulos, Ciro, Alckmin, Amoêdo, Daciolo e Vera Lúcia. Três presidenciáveis ainda não se registraram

declarações de bens Bolsonaro Álvaro
Bolsonaro, Álvaro Dias e Meirelles registraram candidatura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu mais quatro registros de candidaturas. Jair Bolsonaro (PSL), Álvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB) agora estão oficialmente na disputa pela Presidência da República.

Guilherme Boulos (PSOL), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), João Amoêdo (Novo), Cabo Daciolo (Patriotas) e Vera Lúcia (PSTU) já estavam registrados.

No patrimônio listado por Bolsonaro, há cinco casas, três veículos automotores, ações, caderneta de poupança e aplicações bancárias.

Na declaração de bens de Marina Silva estão uma casa em Rio Branco no valor de R$ 60 mil e seis lotes na chácara El Shaday, na mesma capital.

No valor declarado por Álvaro Dias, a maior quantia corresponde a quotas ou quinhões de capital, no valor de R$ 1,4 milhões. O candidato ainda diz ter R$ 560 mil em outras participações societárias.

Com R$ 377 milhões declarados, Henrique Meirelles aparece como o segundo candidato mais rico entre os presidenciáveis. Ele está atrás apenas de João Amoêdo.

Meirelles possui R$ 283,2 milhões em ações de empresa e R$ 58,8 milhões em fundo de longo prazo e de investimento em diretórios creditórios. Um apartamento do candidato está avaliado em R$ 21,8 milhões. Esses são os três bens mais valiosos informados por ele. Meirelles tem R$ 6,8 milhões depositados no exterior, R$ 917 mil em joias, quadros, objetos de arte, coleção e antiguidades e R$ 1 milhão em salas ou conjunto comercial.

Dos candidatos a presidente que tiveram os nomes aprovados nas convenções partidárias, 3 ainda não registraram candidaturas. São eles: João Vicente Goulart (PPL), José Maria Eymael (DC) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O prazo final para os candidatos aprovados nas convenções partidárias registrarem as candidaturas é esta quarta, às 19h. A campanha eleitoral começa oficialmente no próximo dia 16. No dia 31, se inicia o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV.

Com as candidaturas apresentadas, o patrimônio declarado pelos candidatos ficou da seguinte maneira:

1. João Amoêdo: R$ 425 milhões

2. Henrique Meirelles: R$ 377 milhões

3. Álvaro Dias: R$ 2,9 milhões

4. Jair Bolsonaro: R$ 2,3 milhões

5. Ciro Gomes: R$ 1,6 milhão

6. Geraldo Alckmin: R$ 1,3 milhão

7. Marina Silva: R$ 118 mil

8. Vera Lúcia: R$ 20 mil

9. Guilherme Boulos: R$ 15,4 mil

10. Cabo Daciolo: Diz que não tem bem nenhum

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários