Redação Pragmatismo
Eleições 2018 18/Jul/2018 às 14:25 COMENTÁRIOS

Lula vence em Pernambuco com 65% das intenções de voto

Pesquisa encomendada pelo jornal Diario de Pernambuco mostra que, mesmo preso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem a preferência disparada dos eleitores daquele estado para as eleições presidenciais de 2018

Lula vence em Pernambuco intenções de voto

RBA

Pesquisa realizada em parceria do instituto Datamétrica com o jornal Diario de Pernambuco, ambos sediados em Recife, mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem a preferência disparada dos eleitores daquele estado para as eleições presidenciais de 2018, registrando 65% das intenções de voto, mesmo sendo preso político há mais de 100 dias. Jair Bolsonaro (PSL), em segundo lugar, aparece com 9% da preferência. Ciro Gomes (PDT) vem em terceiro, com 4%, seguido por Marina Silva (Rede), com 3% e Geraldo Alckmin (PSDB), com 1% cada.

Numa outra simulação, com a chamada intenção de voto espontânea, em que nenhum nome é mostrado ao entrevistado, Lula aparece como o mais lembrado por 46% do total de respostas, contra 7% de Bolsonaro, 2% de Ciro, e 1% de Marina e Alckmin.

O instituto também fez simulações para um eventual segundo turno, testando a candidatura Lula contra a de Jair Bolsonaro e de Geraldo Alckmin. Novamente o ex-presidente consegue larga vantagem: 74% a 11% (no cenário com Bolsonaro) e 73% a 7% (com Alckmin). A pesquisa Datamétrica mostrou números superiores a um estudo anterior do mesmo instituto, em junho, quando Lula tinha 69% a 14% contra Bolsonaro e 71% a 7% contra o pré-candidato tucano.

A pesquisa, registrada no TRE-PE e no TSE, ouviu 600 eleitores que moram e votam no estado de Pernambuco e foi realizada nos dias 11 e 12 de julho. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Haddad e Ciro

O instituto fez ainda duas simulações de segundo turno com o petista Fernando Haddad como candidato indicado por Lula, e o ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo também foi superior aos seus concorrentes. Entre Haddad e Bolsonaro, o primeiro teria 45%, enquanto o pré-candidato do PSL, 14%. Na disputa contra o nome indicado pelo PSDB, Haddad teria 46% e Alckmin, 9%. No primeiro turno, o petista tem 16%, superando Marina (12%), Bolsonaro (11%) e Ciro (6%).

Num outro cenário, sem informar o apoio de Lula a Haddad, o ex-prefeito cai, enquanto todos os demais candidatos crescem. Marina passa a liderar, com 14% dos votos válidos e Bolsonaro vem com 12%; Ciro chega a 7%, seguido por Fernando Collor de Mello, Fernando Haddad, Geraldo Alckmin e Álvaro Dias, cada um com 2%, os demais com 1% ou menos. Brancos e nulos somam 44% das respostas nesta simulação, enquanto 12% se disseram indecisos.

Quando se considera Ciro Gomes no segundo turno, o eleitor de Pernambuco também dá a vitória ao pedetista contra Bolsonaro (25% a 16%) e contra Alckmin (23% a 14%). Em entrevista ao Diario de Pernambuco, Analice Amazonas, sócia diretora da Datamétrica e responsável técnica pela pesquisa, disse que o estado deixa clara sua opção para o pleito de outubro. “Pernambuco, neste momento, está dizendo que prefere Lula ou um nome que receba sua indicação a qualquer outro. E que prefere qualquer nome menos identificado com o campo do centro ou da direita. Ou, pelo menos, que não nutre simpatias por qualquer dos dois postulantes desse campo de mais visibilidade até aqui – Bolsonaro e Alckmin.”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários