Redação Pragmatismo
Mundo 12/Jul/2018 às 20:00 COMENTÁRIOS

Gritos e falha em bomba d'água: o relato do último mergulhador a deixar caverna

Gritos e bomba d'água quebrada. Último mergulhador a deixar caverna da Tailândia relata fim dramático no resgate dos meninos e do treinador

caverna Gritos e falha em bomba d'água relato mergulhador

A energia elétrica e as bombas para retirar água pararam de funcionar, o que tornou imperativo deixar a caverna – conta o último mergulhador a deixar a gruta na Tailândia, após o resgate dos 12 garotos e de seu treinador.

As últimas cinco pessoas resgatadas tinham acabado de serem retiradas, na terça à noite, quando de repente se ouviu um grito do lugar mais delicado do trajeto de saída – uma galeria tubular por onde se passava com muita dificuldade.

O australiano que supervisionava a passagem começou a gritar dizendo que a bomba d’água tinha deixado de funcionar“, contou à agência France Presse Chaiyananta Peeranarong, de 60 anos, ex-comandante da Marinha tailandesa.

Se não se bombeasse a água nesse lugar, só seria possível sair com um cilindro de oxigênio“, explicou, relatando os últimos instantes dessa dramática evacuação.

Chaiyananta deixou os colegas passarem e saiu por último. Teve tempo apenas de passar antes de o lugar ficar totalmente submerso.

O ex-comandante tailandês explicou que a prioridade da equipe internacional de especialistas, da qual ele fazia parte, era garantir que os meninos não entrassem em pânico.

Por isso, alguns foram sedados e adormecidos, como mostra um vídeo divulgado na quarta-feira (11) à noite pela célula de crise.

Segurança

Alguns estavam adormecidos, outros moviam os dedos, tontos“, relatou Chaiyananta. “Os médicos verificavam constantemente o estado e o pulso“, acrescentou.

Disseram à imprensa que os garotos deveriam aprender a mergulhar. Esse garotos não comiam, ou dormiam, há dias, como teriam encontrado energia para praticar? Isso era absurdo“, criticou.

A célula de crise garantiu, nos dias de espera antes do desfecho, que os mergulhadores que permaneceram com eles antes da retirada os ensinaram a se familiarizar com o equipamento para mergulhar.

Precisávamos apenas que soubessem como respirar e não entrar em pânico na água. Precisávamos apenas que se sentissem seguros, que tudo iria bem“, completou.

Entre os 13 principais socorristas estão os britânicos Stanton e John Volanthen, que são os que encontraram os garotos a quatro quilômetros da entrada da caverna. Nesse momento, o nível da água era muito alto, e o grupo aguardava sobre uma rocha cercada de água.

Hollywood

A missão pode se tornar um filme de Hollywood, anunciou a produtora Pure Flix. O sócio-diretor Michael Scott, que mora na Tailândia e que estava no local de resgate fez o anúncio na terça-feira (10) no Twitter.

Eu não poderia estar mais empolgado. Essa história significou muito para mim, já que a acompanhei na Tailândia neste verão“, disse ele em um vídeo filmado no local da caverna inundada no norte do país.

O co-fundador da Pure Flix, David A.R. White, disse ao “The Wall Street Journal” que a empresa está conversando com atores, escritores e potenciais investidores.

Leia também:
O que precisamos aprender com os meninos da Tailândia
Meninos da Tailândia aparecem pela 1ª vez após resgate
Resgate na Tailândia termina com 12 meninos e treinador salvos
Meninos presos em caverna aparecem saudáveis em novo vídeo
O drama dos meninos presos há 10 dias em uma caverna na Tailândia

France Presse

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários