Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 20/Jun/2018 às 21:26 COMENTÁRIOS

Brasileiro identificado em 2º vídeo machista é demitido pela LATAM

Após repercussão e pressão de internautas, LATAM demite brasileiro que aparece em vídeo assediando e humilhando mulheres na Rússia. Felipe Wilson trabalhava no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos

Felipe Wilson LATAM demite vídeo
Felipe Wilson (esq)

A LATAM Airlines Brasil repudia veementemente qualquer tipo de ofensa ou prática discriminatória e reforça que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa. A partir deste pressuposto, a companhia informa que tomou as medidas cabíveis, conforme seu código de ética e conduta

A nota acima foi publicada nesta quarta-feira (20) pela LATAM Airlines após a repercussão de um novo vídeo em que o agora ex-funcionário da empresa, Felipe Wilson, humilha e assedia mulheres russas em gravação. O brasileiro trabalhava no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

O novo vídeo divulgado nas redes sociais mostra ao menos três brasileiros constrangendo mulheres durante a Copa do Mundo na Rússia. Em um trecho, um deles aparece pedindo para estrangeiras repetirem a frase: “Eu quero dar a… para vocês”.

Pelo menos três casos de vídeos constrangedores protagonizados por brasileiros já foram divulgados desde o início do Mundial. O caso que gerou maior repercussão no país envolve um grupo de brasileiros que, sob o pretexto de ensinar cantos de torcida, fez com que uma jovem repetisse palavras que remetem ao órgão sexual feminino. Ela sorri e repete animada.

Quatro dos integrantes do grupo já tiveram seus nomes revelados: Luciano Gil Mendes Coelho, ex-membro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI); Diego Jatobá, advogado e ex-secretário de Turismo de Ipojuca (PE); Eduardo Nunes, tenente da Polícia Militar em Lages, Santa Catarina e Wallace Prado, estudante de 23 anos (CONFIRA AQUI).

Em um outro vídeo divulgado nesta quarta-feira, um brasileiro assedia uma criança russa com piadas homofóbicas (assista).

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários