Redação Pragmatismo
Cinema 28/Mar/2018 às 15:00 COMENTÁRIOS

Plataformas gratuitas de filmes são alternativa à Netflix

Conheça plataformas gratuitas de filmes para 'fugir' ou não depender apenas da Netflix. Uma rápida busca pela internet oferece diversos resultados para todos os gostos

Plataformas gratuitas de filmes netflix

RBA

Após a insatisfação criada pela recém-lançada série O Mecanismo, que escancara uma tentativa de manipulação dos fatos históricos, cresce o movimento para se buscar alternativas àquela plataforma para o streaming de filmes, séries e documentários. Uma rápida busca pela internet oferece diversos resultados – gratuitos – para todos os gostos. Confira algumas:

Libreflix

A Libreflix, criada em outubro de 2017, é uma plataforma brasileira de vídeo que oferece longas, curtas-metragens e séries, de documentários e ficção, para serem assistidos online gratuitamente. “Aberta” e “colaborativa“, a plataforma de streaming reúne produções audiovisuais independentes que “fazem pensar“, segundo descrevem os criadores.

Em meio às obras que tiveram seus direitos autorais cedidos – que os produtores classificam como “livre-exibição” – , o usuário encontra, por exemplo, documentários que abordam temas ligados ao combate ao racismo, sobre o poder das grandes corporações, o fim da privacidade e a luta por uma internet livre, o poder da mídia ou ainda sobre o uso sem controle de veneno nas lavouras do agronegócio, além de títulos conhecidos como Human – O que faz de nós humanos?, Quebrando o Tabu e Zeitgeist.

Entre os filmes ficcionais, destaque para o clássico Metrópolis, – do cineastra austríaco Fritz Lang, uma das obras fundamentais da ficção científica – e o nacional Antes que Ela Vá, que conta a história de um jovem casal prestes a se separar, porque ela planeja estudar em Paris.

Há ainda a badalada série brasileira de ficção científica 3%, que conta a história de jovens que ao completar 20 anos disputam uma vaga em um “novo mundo” livre de privações, além dos episódios de Castelo Rá-Tim-Bum.

Butter

Desenvolvida pelos mesmos criadores da PopcornTime – conhecida plataforma pirata de vídeos –, a Butter é a versão legalizada do serviço. Como a Libreflix, funciona com filmes de “conteúdo aberto“. Também de caráter colaborativo, a ideia é oferecer ambiente seguro de eventuais complicações legais com violação a direitos autorais.

Hulu

Especializada em séries, a Hulu é uma das alternativas mais populares à Netflix. Traz sequências como Modern Family, Bones, e as animações Rick e Morty, e Os Simpsons. Apesar de oferecer conteúdos gratuitos, propagandas são veiculadas em meio à programação, e o usuário pode ter limites na transferência de dados. Na versão paga, caem as restrições e publicidades.

Philos

Com o primeiro mês grátis, a plataforma Philos oferece espetáculos e documentários sobre o mundo das artes, história e ciências.

Leia também:
Não é preciso defender governo algum para criticar ‘O Mecanismo’, diz diretora
Como Nietzsche explicaria ‘O Mecanismo’, a nova série da Netflix
“O Mecanismo” pode ser visto como uma comédia involuntária, diz constitucionalista
Folha de S.Paulo alimenta desonestidade de José Padilha
O silêncio de Wagner Moura diante da desonestidade intelectual de Padilha
Série da Netflix coloca famosa frase de Romero Jucá na boca de Lula

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários