Redação Pragmatismo
Direita 21/Mar/2018 às 13:05 COMENTÁRIOS

"Esquerdista toma tiro e demora uma semana para morrer", ironiza Feliciano

Pastor Marco Feliciano ironiza a morte de Marielle Franco: "Esquerdista toma tiro na cabeça e demora uma semana para morrer"

Esquerdista toma tiro demora morrer ironiza Feliciano

O deputado federal Pastor Marco Feliciano (Podemos) causou nova polêmica ao comentar o caso da execução da vereadora Marielle Franco no programa Pânico no rádio. Usando uma comparação, ele disse que um esquerdista demora uma semana para morrer porque a munição fica procurando o cérebro da pessoa.

No programa, Feliciano disse que como pai de família lamentava a morte de Marielle, mas disse que o PSOl, que ela representava, não pode ser considerado um partido por “sonhar com o caos” e pregar “o céu vermelho” na terra. Ele então começou exemplificar com discursos de Marielle que disse ter visto nas redes sociais e completou:

O cérebro do esquerdista é do tamanho de uma ervilha. Há pouco tempo fiquei sabendo que deram um tiro num esquerdista no Rio de Janeiro e levou uma semana pra morrer porque a bala não achava o cérebro”, disse.

Feliciano também contestou o fato de Marielle ser uma líder política. “Líder política do quê? Qual o partido dela mesmo?”, questionou. Ele criticou o tamanho da repercussão do caso e disse que a vereadora é apenas mais uma na estatística.

Leia também:
A segunda execução de Marielle Franco
Cantor reclama da comoção em torno do assassinato de Marielle
Desembargadora espalha Fake News e chama Marielle de “cadáver comum”
Vereadora assassinada é atacada por fascistas mesmo depois de morta
Governo e Globo tentam higienizar assassinato político de Marielle Franco
Cada tiro disparado contra Marielle Franco tem o som de panelas batendo
A preocupação de Marco Feliciano com a “ascensão” de Pabllo Vittar.
As consequências do ódio que toma conta do Brasil

Juliana Cipriani, EM

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários