Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 13/Mar/2018 às 15:15 COMENTÁRIOS

Desnudando o machismo em letras de músicas brasileiras

Campanha mostra machismo em letras de músicas brasileiras. Incitação à violência contra a mulher, à cultura do estupro e até ao feminicídio estão presentes em canções famosas

Desnudando o machismo letras músicas brasileiras campanha rio grande do sul

Em homenagem ao mês da mulher, a Secretaria de Políticas Para Mulheres da Prefeitura Municipal de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, abriu ao público a mostra “Música: Uma Construção de Gênero”. A exposição é composta por fotos que denunciam músicas nacionais machistas com referências à violência doméstica, estupro e feminicídio.

A ação toma lugar no saguão da prefeitura e as fotos são de Thales Ferreira. Além dos funks – músicas com maior conteúdo machista e que objetifica a mulher -, muitas canções tradicionais e de cantores brasileiros famosos também são abordadas. Bezerra da Silva, Jorge Veiga, Grupo Tradição e Sidney Magal são nomes que aparecem nas fotos.

Além da ação expositiva, a secretaria também promoveu um seminário sobre a temática de agressão.

Confira algumas fotos que compõem a exposição:


Canção da dupla Henrique e Juliano


Canção do grupo Tradição


Canção do grupo É o Tchan!


Canção do grupo Vou pro sereno


Canção do músico Sidney Magal


Canção da banda Camisa de Vênus


Canção de músico Jorge Veiga


Canção do músico Bezerra da Silva


Canção do músico Noel Rosa

Leia também:
McDonald’s recebe chuva de críticas por “homenagem” ao Dia da Mulher
A história das mulheres brasileiras que foram à luta por seus direitos
Você é feminista ou sabe o que é feminismo? Faça o teste
Violência doméstica: Famosas ‘apanham’ em ilustrações de artista
Homens e mulheres só terão salários equivalentes em 118 anos
Você realmente acredita no “vitimismo” de negros, gays e mulheres?
Mulher vítima de violência doméstica grava vídeo inspirador
Os 20 empregos que melhor remuneram mulheres no Brasil
Por que pastores não falam sobre violência doméstica?
Aplicativo ajudará no combate à violência doméstica

Para ver mais fotos, acesse a página do Facebook, SEPOM – Secretaria De Políticas Para Mulheres

Pamela Malva, Claudia

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários