Redação Pragmatismo
Copa do Mundo 05/Jul/2014 às 22:18 COMENTÁRIOS
Copa do Mundo

Blogueiro do R7 torce por lesão de Neymar e seguidores comemoram

Publicado em 05 Jul, 2014 às 22h18

Jornalista do portal R7 torce para que Neymar tenha fratura e seus seguidores comemoram

neymar-lesao

André Lux, Tudo em Cima

O que leva um ser humano a torcer para que um semelhante tenha uma fratura? Essa é a pergunta que eu faço ao “jornalista” André Forastieri, que postou no seu twitter a frase acima.

E, como o Neymar acabou tendo mesmo uma fratura durante o jogo contra a Colômbia, amigos do “jornalista” aproveitaram para tripudiar em cima do grave acidente com o jogador diretamente no perfil dele no facebook:

neymar-lesao2

Já tinha ouvido falar desse tal de Forastieri, mas tive que encontrar o blogue dele no R7 para saber mais sobre sua “carreira”. Nas palavras do próprio:

“Em 1988 comecei na Folha e não parei mais. Na Ilustrada fui repórter, com foco em música, cinema e quadrinhos. Fui o primeiro editor do primeiro caderno para adolescentes, o Folhateen. Aprendi a editar revistas na Bizz, de música, e Set, de cinema.

Durante todos esses anos, continuei colaborando com veículos grandes e pequenos, da Caros Amigos à Época, e com Folha e Estadão.

Em 2009 comecei este blog, que passou pelo UOL”.

Ou seja, uma biografia digna de pena, sempre se prostituindo para o que existe de pior na imprensa brasileira, como exceção da Caros Amigos (embora eu sempre tenha lido a revista e não me lembre de um artigo sequer escrito pelo infeliz). Não vou nem falar da ridícula revista Set, que sempre foi motivo de piada entre os apreciadores de cinema e faliu sem que ninguém desse falta.

É aquela velha história: “diga-me com quem tu andas e direi quem tu és”.

Polêmica com Regina Casé

André Forastieri foi demitido da Folha de S. Paulo na década de 1990 após pedir “um tiro em Regina Casé”. Sobre a apresentadora ele escreveu: “Regina Casé pode ser simpática, engraçada, boa gente. E daí? Regina Casé representa as panelinhas mais nefastas da cultura brasileira. Esse país não tem jeito enquanto não derem um tiro na Regina Casé.”

A direção da Folha, contrariada com os termos da reportagem, demitiu o jornalista, cuja matéria foi qualificada como um caso flagrante de abuso opinativo. E a atriz entrou com ação de indenização por danos morais, uma vez que a matéria teria atentado contra sua honra.

Veja também: Colombiano que lesionou Neymar sofre com fascistas brasileiros na internet

Edição: Pragmatismo Político

COMENTÁRIOS