Pragmatismo Político (P)
Rede Globo 15/Dez/2011 às 16:35 COMENTÁRIOS
Rede Globo

Silêncio criminoso da mídia não impediu que 100 mil soubessem da morte do blogueiro Mosquito

Pragmatismo Político (P) Pragmatismo Político (P)
Publicado em 15 Dez, 2011 às 16h35

Movidos por intolerência à impunidade, mais de 100 mil pessoas acessam Pragmatismo Político em menos de 24 horas e rompem silêncio midiático

Silêncio criminoso da mídia morte do blogueiro Mosquito

Mosquito lutou contra gigantes como um Gigante

Não fosse o empenho fomentado a partir das mídias sociais, a estranha morte do blogueiro Amilton Alexandre, o Mosquito, teria passado como um acontecimento cotidiano e descartável. Não é assim, aliás, que a vida humana é manuseada diariamente nos meios de comunicação mercadológicos; com desdém?

Desde que anunciamos aqui, ontem, a perda do colega e a cobrança por isenção nas investigações, mais de cem mil pessoas já acessaram a página e tomaram conhecimento do triste ocorrido. Isto sem contar a reverberação em demais sites e blogs.

Toda essa massiva repercussão não significa nada mais do que um contraponto ao silêncio sepulcral e inexplicável do ponto de vista jornalístico, mas inteligível pela ótica da contrariedade.

Humanista, afirmam os que com ele conviveram, era marcado por um misto de generosidade e coragem. Foi o primeiro a descobrir e denunciar um caso de estupro envolvendo o filho de uma importante figura do grupo RBS (afiliada da Rede Globo), e um dos poucos com destemor para levá-lo adiante. Suas atuações, no entanto, não se limitaram à este caso, e o supracitado blogueiro tornou-se notado por opor-se aos supostos desmandos proferidos no andar de cima da sociedade catarinense, o que lhe rendeu vários processos e condenações.

Leia também

Na última terça-feira, dia 13, Mosquito foi encontrado enforcado em sua residência. Mais detalhes sobre a morte você pode encontrar aqui.

Mosquito não trabalhava na redação de nenhum grande jornal, e nem por isso era menor ou detinha espírito especulativo inferior. Ao contrário, talvez justamente por esta razão fosse livre para exercer a criticidade plena, sem amarras e cada vez mais escassa nos veículos de mídia convencionais.

Os mais de 100 mil usuários que acessaram Pragmatismo Político em menos de 24 horas não o fizeram movidos por mera curiosidade, mas por um sentimento de intolerância à impunidade.

Aquele blogueiro sofria ameaças diversas e chegou a revelá-las de público. Sozinho, lutou contra gigantes como um gigante. Perdeu algumas batalhas, teve o seu blog censurado, mas venceu a maior delas: foi eficaz no estímulo ao inconformismo. Por toda essa bagagem conflituosa, é plausível aceitar a convicção do suicídio como afirmativa ainda prematura.

Nada se exige além de uma investigação séria, sem interferências, e, para tanto, o acompanhamento dos desdobramentos caberá a todos nós. Pragmatismo Político se coloca a fazer a sua parte, e toda informação adicional poderá ser enviada para o seguinte e-mail: [email protected]

Mosquito faria por qualquer um desses mais de 100 mil o que preciso fosse para não permitir o sucesso da injustiça. Não nos mobilizemos apenas após as tragédias – essa é uma lição que fica.

Luis Soares – Pragmatismo Político

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendações

COMENTÁRIOS