Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 29/Oct/2014 às 19:11
41
Comentários

Aécio teria vencido a eleição de 2014 se não houvesse internet

Cientista político diz que a mesma operação utilizada em 2014 para que Aécio vencesse a eleição foi realizada, com sucesso, em 1989 a favor de Collor. A diferença é que hoje existe a internet e as informações são constantemente confrontadas

aécio neves internet eleição
‘Sem internet, Aécio teria vencido eleição’, diz cientista político (divulgação)

Renato Brandão, RBA

Carro-chefe da editora Abril, a revista Veja lançada na última sexta-feira (24) divulgou como matéria de capa uma acusação de que a presidenta reeleita Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT, tinham conhecimento de um esquema de corrupção na Petrobras. Sem apresentar qualquer prova, o conteúdo da reportagem era baseado em suposto depoimento do doleiro Alberto Youssef à Polícia Federal, que foi desmentido por seu advogado logo após a publicação.

Considerada a última “bala de prata” da oposição para tentar impedir uma nova vitória petista sobre os tucanos, a reportagem foi contestada duramente pela presidenta durante seu último programa eleitoral na TV na mesma sexta-feira. Ainda naquele dia, a Justiça considerou a publicidade da revista como “propaganda eleitoral” e também concedeu direito de resposta ao PT no site da revista.

Ainda assim, o estrago já estava feito. A campanha e simpatizantes do PSDB distribuíram panfletos com a capa impressa da revista da Abril em várias cidades do Brasil. Já na madrugada de sábado (25) para domingo (26), circulavam boatos de que Alberto Youssef havia sido envenenado, algo que teve de ser desmentido com rapidez pela Polícia Federal.

“Essa operação da Veja mostra que ela não é um órgão de comunicação, o que ela mostrou claramente é que ela é uma sala do comitê político do PSDB no Brasil. A revista operou de maneira a desinformar. Ela desinformou”, disse o sociólogo Sérgio Amadeu, doutor em Ciência Política pela USP. Comparando o caso à ação midiática que ajudou a decidir o pleito presidencial de 1989, com a eleição de Fernando Collor de Mello, Amadeu acredita que o plano da editora Abril só não se concretizou nas urnas pela existência da internet. “Existe hoje a internet, que não tinha naquela época. Então, se não houvesse a internet, certamente o candidato Aécio Neves tinha ganho a eleição.”

Para o cientista político, as redes sociais apontaram um acirramento muito grande e deixaram claro que “a linha política e o conteúdo discursivo das forças comandadas pelo PSDB” é baseada na “estratégia do cinismo”. Amadeu também defendeu uma reforma política para se alcançar uma legislação mais democrática dos meios de comunicação. Entrevista completa abaixo:

Qual foi a influência da capa da revista Veja às vésperas do segundo turno presidencial entre Dilma e Aécio?

A capa da Veja foi feita justamente para influenciar o resultado eleitoral. Ela normalmente está nas bancas no sábado, mas saiu na sexta-feira. E era uma capa para, inclusive, ser impressa, tanto é que a campanha do candidato Aécio Neves (PSDB) imprimiu essa capa justamente para manter aquele clima que eles criaram no Brasil de demonização do outro. O grupo Abril, em particular a revista Veja, já há muito tempo é organização que defende interesses econômicos a partir da gestão da política. Não há como dizer agora o quanto impactou, mas eles influíram claramente na votação de domingo, porque o Aécio conseguiu, a partir desse tipo de ação, crescer e encostar na candidata Dilma Rousseff no segundo turno das eleições.

Como o sr. avalia o papel da internet nessas eleições?

Uma coisa que chama atenção nesse processo é que essa operação já tinha sido feito nas eleições de 1989, com sucesso, mas não teve desta vez. E por quê? Porque desta vez – além das pessoas já conhecerem a manobra de grupos de comunicação misturadas à elite política econômica no caso da vitória do Collor – também existe hoje a internet, que não tinha naquela época. Então, se não houvesse a internet, certamente, o candidato Aécio Neves tinha ganho a eleição, porque era o candidato preferido pelos grupos econômicos, pelos banqueiros, pelo mercado de capitais. Inclusive oscilava a Bolsa e, se você for ver, é muito curioso, quando as pesquisas davam a Dilma crescendo, a Bolsa caía, o que mostra o humor desses especuladores financeiros. A internet foi decisiva para a garantia de um debate que não existiria se fossem apenas os meios de comunicação de massa atuando nessas eleições. Isso é bastante nítido no processo eleitoral que ocorreu em 2014.

E as redes sociais?

As redes sociais, em particular, tiveram um papel grande e mostraram, na verdade, um acirramento muito grande. Deixou claro, e é importante que tudo fica registrado, qual é a linha política e o conteúdo discursivo das forças comandadas pelo PSDB, que é baseada em preconceito, em mentira e numa estratégia que podemos chamar de “estratégia do cinismo”. Eles chegam a afirmar que nenhum corrupto ligado ao PSDB está preso ou foi julgado por incompetência do PT, o que é uma coisa completamente cínica. Esse tipo de ação, as pessoas não têm clareza de como vão lidar com isso. Agora, minha opinião é bastante clara: é preciso mostrar concretamente o que é o PSDB do ponto de vista da corrupção. É inaceitável que a bandeira da corrupção seja tomada por forças da corrupção. É inaceitável.

Não tenho nenhuma dúvida do aparelhamento que (governador de São Paulo) Geraldo Alckmin faz na Sabesp. Isso ficou nítido nas gravações mostrando que eles são capazes de ganhar a eleição, inclusive se for para deixar uma cidade em situação de calamidade. Nós temos que mostrar que eles são uma junção de descompromisso com a democracia, de má gestão de recursos públicos e de corrupção em larga escala, como foi feito em São Paulo. Réus confessos entregaram as provas e o Ministério Público não faz nada. Então, temos que ir para cima disso.

Temos que ir para cima do crime eleitoral cometido pela revista Veja, temos que exigir o julgamento do mensalão mineiro antes que ele prescreva e temos que mostrar toda a ligação que o PSDB tem com crime, com práticas absurdas. Não podemos aceitar. E não vai ser falando “pessoal, o clima de ódio é ruim”. Não. O clima de ódio só vai ser reduzido com argumentos verdadeiros e racionais. Não é pedindo paz e amor, não, mas colocando claramente para as pessoas, insistentemente, as falácias do discurso que eles reproduzem para o Brasil. A gente tem que ser muito claro com isso, porque disso depende a democracia, né?

O sr. acredita que o novo governo possa mudar artigos que dizem respeito à comunicação?

Eu acho que um dos principais pontos da reforma política para o Brasil é a reforma da comunicação. Essa operação da Veja mostra que ela não é um órgão de comunicação, o que ela mostrou claramente é que é uma sala do comitê político do PSDB no Brasil. A revista operou de maneira a desinformar. Ela desinformou. Ela já havia feito isso se ligando a um criminoso chamado Carlos Cachoeira e não aconteceu nada. O cara continua lá na sucursal de Brasília, não foi preso, não foi condenado. Nós precisamos mexer nessas estruturas de concentração econômica de poder, fazer uma reforma da comunicação, uma lei de meios, como a da Argentina. E nós precisamos também de uma reforma política que retire o poder do capital, que retire o financiamento privado de campanha, mas que permita também à gente avançar em questões cruciais da sociedade brasileira. Com uma Constituinte que não possa ser com estes deputados, que tenha que ser exclusiva. O deputado que quiser fazer essa Constituinte só poderá se candidatar para isso, para discutir as ideias e o futuro do país, e não para vir com esquemas que a gente sabe que eles articulam, de grandes corporações, de forças que bancam campanhas milionárias. Precisamos de uma reforma política com uma Constituinte exclusiva e, nesse contexto, uma reforma das comunicações.

Por que os partidos têm tido certa dificuldade em atingir os jovens na internet?

A internet não é contraposta aos partidos, mas é que a velocidade das comunicações e as relações intensas que existem na internet geram muitas dificuldades para os partidos, principalmente para legendas partidárias que são estruturas mais orgânicas. Por exemplo, o PSDB adotou e atuou como estratégia na internet, e não é de agora, de desconstruir seus opositores, no caso o governo federal e o PT.

E os tucanos fazem isso destilando preconceitos e coisas absurdas. Se for ver o que dizem dos nordestinos, dos gays e das opções políticas das pessoas, beira ao fascismo. Agora temos que ver o que os partidos que são propostas democráticas e de esquerda podem refazer utilizando a internet, mas é muito difícil fazer política só pelas estruturas partidárias. Hoje, está muito claro que não é só o partido o elemento que faz política. Há outras formas de se fazer política, inclusive com conexões, grupos e coletivos de ativistas na internet.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Postado em 29/Oct/2014 às 11:02

    O tanto de mentiras sobre Aécio que tomaram a internet não são brincadeira. Não tenho mais dúvida que o internauta brasileiro é mais burro que o cidadão comum das massas. Sem capacidade cognitiva, conseguem acreditar em qualquer coisa que aparece por ai. Não questionam fatos e muito menos as fontes.

    • Rubens Postado em 29/Oct/2014 às 11:30

      Não só contra o Aécio. O principal alvo das mentiras foi o PT. Aécio era (e é) muito mais popular nas redes sociais do que Dilma Rousseff. Não é à toa que sempre ganhou qualquer pesquisa na Facebook (embora tenha usado robôs para ganhar mais votos...)

      • Daniel Costa Postado em 29/Oct/2014 às 14:16

        O que você fala é plena verdade: se dependesse da internet o Aécio estaria eleito.

      • patricia Postado em 30/Oct/2014 às 12:56

        Oi? O Aécio tentou fazer a própria versão de "Dilma Bolada" dele e não deu certo. A única coisa que pegou foi o perfil "Aécio de Papelão" no twitter, que é um perfil de zoação, por sinal. Sorry, he's no fucking web diva.

      • marcio bessa Postado em 30/Oct/2014 às 18:18

        aceita a derrota deste cheirador q doi menos

    • Gabriel Gabo Postado em 29/Oct/2014 às 11:52

      Meu amigo, em toda discussão política, eu tento me manter apartidário em relação à insultos. Mas em relação aos boatos às cagadas dos candidatos, não vi muitas mentirosas quando o assunto era o Aécio. Cocaína, desvio, agressão à mulher, bêbado, etc. - todas essas existem grandes, mas grandes mesmo, indícios de que sejam verdade. E antes que alguém fale que 'O que ele faz em sua vida particular não interessa', que já o ouvi muitas vezes, eu digo: importa SIM! São essas demonstrações que de caráter inacreditáveis que obviamente ilustram a índole de qualquer pessoa!

      • marcelo Postado em 29/Oct/2014 às 13:50

        "Grandes indicios" mas nenhum foi confirmado né, que estranho

      • ricardo Postado em 29/Oct/2014 às 13:55

        bom, tomara que o Lula não concorra na próxima, porque ele é bebado e pouco instruído... Quanto ao que foi falado do Aécio foi tão provado quanto a acusação da Veja contra a Dilma e Lula...

      • Eduardo Postado em 29/Oct/2014 às 14:00

        IMAGINEM O COMANDO DAS FORÇAS ARMADAS DE UM PAÍS COMO O BRASIL NAS MÃOS DE UM CIDADÃO QUE PODE ESTAR SOB EFEITOS PSICOGÊNICOS. E, COMO PROTEGER AS MULHERES E MINORIAS UM PRESIDENTE QUE NÃO RESPEITA NENHUMA DELAS.... É SÓ PESQUISAR NO GOOGLE....

      • Gabriel Gabo Postado em 29/Oct/2014 às 15:29

        Ricardo, aproveita que essa é sua chance de redimir o erro que nem o veículo e ninguém conseguiu reverter: Apresente a prova da acusação da capa da Veja. O que a Veja fez e faz deixaria qualquer teórico da comunicação maluco. Walter Lippmann e Maxwell McCombs estariam com a cabeça saindo fumaça!

      • ricardo Postado em 29/Oct/2014 às 22:08

        Ricardo tu tá defendendo quem você não conhece,talvez por partidarismo,mas aqui em Minas todos sabem quem é o Aécio.As coisas aqui sobre a vida dele já corriam de boca em boca faz tempo,muito antes da campanha presidencial.Então não coloca a mão fogo não,viu,meu fio pois você poderá queimá-la facinho.

      • Denise Marquez Postado em 30/Oct/2014 às 23:01

        A índole de qualquer pessoa de bem é não difamar, caluniar e injuriar uma pessoa pública, que tem caráter, biografia e família. Mas, tudo o que você escreveu acima é a prova inequívoca do "esgoto fedorento", que Aloysio Nunes descrevia no Senado sobre esse bando de petistas treinado e pago com o dinheiro público para atacar a honra de adversários. Olhe bem quantos crimes você praticou aí, no seu comentário. Art. 138 do Código Penal - Calúnia, pena: 6 meses a 2 anos de detenção e multa; art. 139 do CP - Difamação, pena: de 2 meses a 1 anos de detenção e multa; art. 140 - Injúria, pena de 1 a 6 meses de detenção ou multa. CUIDADO, Gabriel, quem atinge a honra de pessoas tem de PROVAR, senão é um LEVIANO. Todo petista é criminoso e leviano. Você é só mais um exemplo.

    • Julio Cesar Postado em 29/Oct/2014 às 18:58

      Esse é só um lado da moeda! Não é retrato da realidade! O que o cientista política diz nas entrelinhas é que entre a comunicação de massa, a internet é o único espaço de contra-ponto no Brasil. Eu já tinha falado coisa semelhante 15 dias antes do segundo turno. Os meios oficiais de comunicação nunca cumpriram papel tão secundário e nunca receberam tanta oposição do povo. Obrigado internet!

    • Roberto Postado em 29/Oct/2014 às 21:28

      Pedro Vc é que esta demosntrando burrice pois o PSDB e sua quadrilha nunca pesou na democracia e muito menos no povo brasileiro e pessoas como vc sem respeito não tem a verdadeira cognição para falar de politica

    • ricardo Postado em 29/Oct/2014 às 22:03

      Ah Pedro você é um gênio,heim!Não sei se você é mineiro,mas quem é de MInas sabe muito bem quem é Aécio e como é o governo dele,afinal não é à toa que ele perdeu aqui para presidente e Minas elegeu um governador petista.Gênio!

    • Galvão Postado em 29/Oct/2014 às 23:33

      Você acha mesmo, que a acusação de que o Aécio é um toxicômano, dependente químico de cocaína seja invenção? Se você não mora no Rio de Janeiro, tira umas ferias, e vai passar lá, frequente o "Baixo Leblon". vá a bares como o "Bracarense", se você for muito azarado não vai encontrar ele por lá. Mas tem que ser muito azarado mesmo! Converse com garços, e frequentadores, sem muito esforço eles vão te dar noticia dele.

    • Marques Postado em 30/Oct/2014 às 21:48

      Vc defende tanto esse cara que eu acho que ele é seu macho

  2. Walter Postado em 29/Oct/2014 às 12:16

    A diferença de 1989 LULA tinha o povo , COLLOR a Tv Globo em 2014 DILMA tem o povo e a WEB já Aécio tinha a WEB robotizada a Tv Globo o SBT a BAND a Cultura SP a Veja Isto v Exame a burguesia do sul perdeu.

    • Fábio Postado em 29/Oct/2014 às 17:52

      Burguesia do Sul? Cara são por causa de pessoas que nem você que estamos nesta mer..., coronéis, burgueses e ricos existem em todas as regiões, diga-se de passagem com dinheiro público mais no norte e no nordeste do que no sul. Sem mais

    • marcio Postado em 30/Oct/2014 às 18:20

      fora aecio

  3. Marcos Vinicius Postado em 29/Oct/2014 às 12:50

    Exemplo dessa ofensiva emburrecedora nas redes sociais: TV Revolta.

    • Eduardo Postado em 29/Oct/2014 às 14:03

      Acho que o Marco Civil tem que ser colocado em pratica urgente, a rede não pode assim como a imprensa também não, serem usadas para deturpar o que chamamos de democracia, e liberdade de escolha.... O TSE tem propagandas institucionais lindas, mas deixa correr solto as avacalhações por todo lado, só age se for por denuncia.... ora os juizes e promotores também são cidadãos e votam, ou será que a democracia lhes dá alergia.

  4. Thales Postado em 29/Oct/2014 às 13:55

    convenhamos que os dois lados usaram esses artifícios

    • Gildasio Oliveira Postado em 29/Oct/2014 às 15:30

      Mas Dilma não tinha os meios Midiáticos a seu favor, como o PSDB; a desproporção de forças aí é muito grande. Dizer que os dois lados se portaram com igual lisura é fechar os olhos para a realidade que salta aos olhos! Agora, com a Regulação da Mídia, as coisas podem se tornar mais claras e menos parciais! Abraços!

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 30/Oct/2014 às 10:16

      O Marco Civil nada tem a ver com as "TVs Revolta" da vida...tem mais a ver com neutralidade da internet.

  5. mauricio augusto martins Postado em 29/Oct/2014 às 14:59

    Perfeita explanação, se por um Lado é "Cinismo" puramente dito, por outro é a falta de posicionamento e combatividade, bem lembrado o Professor que na CPMI do Cachoeira pedida pelo Delegado Protógenes houve um "Oderalamento" o representante do PARTIDO DOS TRABALHADORES amarelou, dando a entender que vários "rabos" estavam presos, e não alongaram a Mão para a (P)Revista Veja instrumento primeiro da Denúncia do "Mentirão", e quando se Libera os "Lobos", condenam-se as "Ovelhas", e no inconsciente coletivo paira como cinismo e/ou alienação, estes Golpes grosseiramente "construídos" e "desfraldados", e ainda se os tucanalhas se ativessem as suas Mentiras e Cinismos, tudo bem, já era esperado, mas se Arvoraram em espalhar "vírus" tanto digitais como cognitivos, tentando emporcalhar a Internet, mas "esqueceram" que deixa Rastro e Provas disto, dai a População teve que ir à LUTA, o PARTIDO DOS TRABALHADORES nunca pôde fazer uma Campanha Convencional por sufrágios e Voto descente, mas sempre teve que Lutar contra uma Contra-Cultura terrorista e opressora, pois não cabe a um Partido Político ensinar o que se deveria ensinar em Casa, na Escola e ser Informado pela Imprensa, é realmente um Trabalho Hercúleo e de Gigante, que por enquanto achamos "graça" e nos divertimos com a ESTUPIDEZ dos Incautos Eleitores, mas já está se tornando sério e este Fascismo já deságua nas Famílias e Sociedade como um todo...maumau

  6. eu daqui Postado em 29/Oct/2014 às 15:16

    Internet tem muita calúnia. O mais certo é analisar políticios e promessas à luz da História pra decidir o voto.

  7. Alan Postado em 29/Oct/2014 às 16:41

    O senhor é a minha internet, e a banda larga não me faltará OBRIGADO, INTERNET

  8. Fernanda Postado em 29/Oct/2014 às 16:49

    Graças às redes sociais a péssima reputação do candidato Aecio Neves pode ganhar luz e sair dos porões de estorias sujas, como os mais de 800 milhões de reais pagos para suas empresas de comunicação, a forma aviltosa de censurar, demitindo vários jornalistas e outras sujeiras do tipo. Foram 12 anos de PSDB em Minas calando a imprensa e fechando os olhos da população. Finalmente a verdade, agora, pode vir à tona.

  9. laudiceia Postado em 29/Oct/2014 às 16:53

    Na minha humilde opinião o mercado externo se anima porque sabem que a filosofia do ultimo presidente do PSDB é a mesma do Aécio (claramente exposta no seu primeiro debate) privatização de empresas do governo como é o caso da Petrobras, a Petrobras hoje é uma potência de empresa, e estão querendo manchar sua imagem para futuramente justificar sua privatização. Com isso o mercado vai mesmo se animar, quem não quer comprar uma empresa como a Petrobras ainda mais depois da descoberta do pré-sal? E de sua tecnologia em exploração em águas profundas? Coisa que nenhum outro país tem e os EUA inclusive já estão brigando porque estão falando que estamos invadindo território deles... Veja o que são esses países onde o petróleo comanda... existem os bilionários e os miseráveis apenas, assim será 5% que tem dinheirio continuará e os 95% (incluo os pobres, classe média até a ultima letra do alfabeto e os emergentes sei lá de até que patamar) se ferrarão para manter os 5% (ricos, ricos e ricos)... Isso será apenas continuação do então iniciado Consenso de Washington (By FMI) que já até se manifestou. Ou alguém se esqueceu visita do presidente George Bush ao Brasil por causa do biocombustível? É de animar mesmo o mercado externo, interessado no Brasil a anos!!!.........

  10. Fabio Postado em 29/Oct/2014 às 17:49

    Só gostaria de saber o nome do cientista político, porque só apareceu cientista político, mas não o seu nome.

  11. Boniek Postado em 29/Oct/2014 às 17:51

    Aécio em MG governou para PM, judiciário, grandes empresas e grupos econômicos. Deixando o povo de lado, e principalmente a educação. Calou seus opositores e fez um grande marketing de projetos sociais que nem saíram do papel.

  12. Alexandre Luna Postado em 29/Oct/2014 às 19:50

    Por essas e outras que minha fonte de informação preferida é a internet. Além de ser mais ágil em tempo real podemos ler os dois lados e não apenas o lado que interessa o mercado financeiro. Alías em 1989 o Lula ganhou aqui no RS e perdeu no nordeste, e onde estavam os xenófobos nessa época?

  13. renato Postado em 29/Oct/2014 às 22:37

    a pior coisa que ouvi de uma eleitora do Aécio...''e daí que ele é cheirador,pelo menos faz algo de útil'''

  14. Daniel RS Postado em 29/Oct/2014 às 22:47

    dos dois lados tem sacanagem e podridão é o rabo sujo falando da bunda mal lavada, se a policia investigar a fundo sobram poucos do PSDB E PT, para mim dos males o menor por isso fui de dilma antes que digam algo não sou do nordeste não sou pobre nem dependo do bolsa familia mas não é porque eu esteja bem que eu não queira que outros também estejam!

  15. Luís Gustavo Postado em 30/Oct/2014 às 00:01

    Dilma agora, na minha opinião, tem que baixar o sarrafo. É agora ou nunca. Tem quatro anos de governo pela frente, sem se preocupar com reeleição. Tem, se não me engano, cinco ministros do STF para nomear ao longo do mandato. Então o negócio é: nomear juízes decentes e alinhados com o compromisso com o saneamento do esgoto jornalístico. Simplesmente cortar, eu disse cortar toda a verba publicitária para estes canalhas, que corresponde a centenas de milhões por ano. E nomear Franklin Martins para o ministério das Comunicações e Protógenes Queiroz para a Justiça. Aí era só fechar o caixão do PIG e jogar a terra por cima. Entraríamos numa nova era, em que o Governo, a estabilidade, e até a autoestima nacionais não estariam sendo atacados diuturnamente pela canalha da imprensa.

    • Sandro Postado em 30/Oct/2014 às 16:09

      Nossa!!! Você votou nessa Dilma, deixa eu te falar uma coisa... Ela não existe mais, ela é tão pelega das grandes empresas de comunicação ou não quanto o Aécio. Com exceção da Veja os outros veículos que você citou ficaram bem em cima do muro durante essas eleições e pode ter certeza, como durante o primeiro mandato dela e os dois do Lula ele continuarão comendo da mesma Lavagem!!!

  16. F.Mayrink Postado em 30/Oct/2014 às 12:04

    Aécio teria vencido se o voto não fosse obrigatório!

  17. Thiago Teixeira Postado em 30/Oct/2014 às 12:45

    O Golpe FRACASSOU!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk E ai Aécio? Quanto a 2018 ... Lula candidato ... Vamos CONVERSAR???????

  18. enganado Postado em 30/Oct/2014 às 15:38

    Sr. Pragmatismo Falou pouco e disse tudo, foi a internet que nos salvou e vocês também, SANTOS BLOGUEIROS. Que DEUS no seu infinito perdão os proteja SEMPRE. O muro não caiu! A luta continua! DILMA 13! BRASIL acima de tudo!

  19. Jaime Postado em 31/Oct/2014 às 00:44

    Pode até nem ser verdade tudo o que falado sobre Dilma e O Senador Aécio Neves. Entretanto devemos olhar é o contexto. No momento é necessário retirar a Dilma do Governo (isto é, o PT) para que não haja um mesmo partido em governo durante tanto tempo. Já cheira a Ditadura e sabemos que é necessário alternância de governantes.