Redação Pragmatismo
Compartilhar
Bolsa Família 17/Sep/2014 às 21:44
16
Comentários

Associação quer impedir voto de beneficiários do Bolsa Família

Associação lança proposta preconceituosa que será apresentada ao Congresso Nacional com o objetivo de impedir o voto de quem é beneficiário de programas de distribuição de renda

bolsa família voto beneficiário

Marcelo Heiler, Revista Fórum

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (PR) lançou, na semana passada, documento que será apresentado aos candidatos ao Legislativo, com o objetivo de impedir o voto de quem é beneficiário de programas de distribuição de renda, tais como Bolsa Família e similares.

A ideia de que os beneficiários dos programas de transferência de renda votam diretamente no governo não é nova. E, desde que tais ações políticas ganharam musculatura na gestão federal dos últimos 12 anos, setores à direita, da imprensa e da política, acusam o governo do PT de criar “o maior curral eleitoral já visto no Brasil”.

VEJA TAMBÉM: Acomodação de beneficiários do Bolsa Família é mito, revela estudo

O documento em questão, que não está disponível no site da associação de Ponta de Grossa, tem como foco os candidatos ao Congresso Nacional pelo estado do Paraná. O presidente da entidade, Nilton Flor, disse ao jornal O Estado de São Paulo que eles apenas apresentaram as propostas e que estão dispostos a “debater com mais profundidade”.

Se depender do Ministério Público do Paraná, não terá debate nenhum. O órgão vai investigar se a proposta da ACIPG é “preconceituosa e discriminatória”. O inquérito civil público foi instaurado pela 6ª Promotoria de Ponta Grossa, que vai avaliar se há dano moral coletivo na iniciativa da ACIPG.

Para o MP-PR, a atitude da Associação Comercial de Ponta Grossa vai contra a Constituição, pois fere os direitos de “igualdade a todos perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”.

Recomendados para você

Comentários

  1. Karina BB Postado em 17/Sep/2014 às 23:59

    A Constituição Federal vem sendo desrespeitada e até ignorada a muito tempo no Brasil sem que se perceba. Se esse projeto passar eu gostaria que os evangélicos também não votassem e não pudessem ser votados, pois eles obedecem aos pastores que elegem seus candidatos ad eternum.

    • Mauricio Augusto Martins Postado em 19/Sep/2014 às 00:00

      Bingo!!! Por mais que pareça esdrúxula é a Realidade. Parabéns pela Lúcida e Sábia Questão de Ordem... maumau

    • Catarina Postado em 19/Sep/2014 às 18:30

      Gostaria de fazer um acréscimo a sua proposta Karina BB, proponho que banqueiros, empresários e investidores da bolsa de valores não votem, afinal são curral eleitoral de candidatos como Marina Silva que defendem o neo liberalismo e lucram com as privatizações e o juros altos.

  2. Poliana Postado em 18/Sep/2014 às 07:03

    Pq será hein!? Coitados... tenta lá seus ignorantes. Passem por cima dos nossos preceitos constitucionais só pra satisfazer o ego de vocês!! Tentem e depois vem aqui me dizer no que deu, ok coxinhas?! Até lá, por favor, sejam mais criativos pra tentar tirar o PT do poder, ok? Passar bem.

  3. Denisbaldo Postado em 18/Sep/2014 às 08:44

    Além de preconceito, haja ignorância. O voto é direto, secreto, universal e periódico. Cláusula PÉTREA da CF/88. Acima de tudo e de todos.

  4. Walter Postado em 18/Sep/2014 às 10:19

    Burrice total de quem sugeriu isso , pois tem bolsa até na Grã Bretanha e lá o voto é facultativo..

    • eu daqui Postado em 18/Sep/2014 às 10:51

      Tanto a Bretanha como a bolsa britanica são muito diferentes de qualquer coisa parecida com isso aqui. Vá estudar pra não ficar fazendo comparação descabida, viu cotista?

      • Fernando Postado em 18/Sep/2014 às 11:17

        Bretanha é uma região administrativa a oeste da FRANÇA. Grã-Bretanha é o conjunto dos países Inglaterra, Escócia e País de Gales. Vc, "eu daqui" precisa de um bolsa capim para não morrer de fome devido à sua burrice, incompetência e vocação natural à asneira - de asno, muar. Prestaria um grande serviço ao país pastando os gramados de praças e jardins públicos - e estaria eternamente de barriga cheia sem ter que esforçar a sinapse de seus dois neurônios prejudicados. aliás, só para complementar o que o Walter disse, nos EUA, na maioria dos países europeus e em boa parte de países da Ásia existem programas governamentais assistencialistas mas, claro, por má fé ou por ignorância - ou ambos, o que é mais razoável - os fascistas de plantão fingem ignorar.

      • Fernando Postado em 18/Sep/2014 às 11:23

        Quem conhece "Ponta Grossa" sabe que bizarrices são o prato do dia naquele lugar. Um amontoado de colonos metidos a nobres, sem cultura, somente ostentando seu fanatismo religioso e orgulhosos de seu modo de falar chato e cantado com falsas pretensões de um Português erudito e de seu passado explorador de mão-de-obra nas fazendas que deram origem ao lugar. É um rincão coronelista ao pior estilo nordestino encravado em pleno sul do Brasil.

      • eu daqui Postado em 18/Sep/2014 às 12:34

        Tanto ódio gratuito e necessidade de insultar só poderia mesmo vir de alguém que, além de ser pró-bolsa, conhece os países dos outros mais do que o próprio. Se resolva com seu espelho ou pegue essa raiva toda e vá fazer revolução, viu bolsoparasitista?

      • J Ferreira Postado em 19/Sep/2014 às 06:37

        É realmente isto que vocês querem. Então vamos lá. Quem tem filhos em escola pública. Quem estuda em universidades públicas. Quem é assistido por hospitais públicos. Quem recebe seguro desemprego. Quem recebe pensão vitalícia (filhos de juízes e militares). Todos estes, e mais algumas dezenas, estão se utilizando de políticas sociais, pois o Estado os beneficia de alguma forma, estão todos condenados a não votar. Eu Daqui fico pensando, como tem Anta fantasiado de gente. Um projeto deste deve ter saído de uma reunião de asnos e mulas.

  5. Domi Postado em 19/Sep/2014 às 00:10

    Querido 'eu daqui', a resposta do Fernando foi correspondente ao seu comentário. E não é necessário viajar para fora do país para saber sobre programas assistencialistas de outros países. Basta uma procura em qualquer site de busca. E falo por mim, que sem ir aos eua, conheci recentemente um pouco sobre o programa do país: http://www.fns.usda.gov/snap/supplemental-nutrition-assistance-program-snap

  6. Neuza Palaro Postado em 19/Sep/2014 às 06:32

    Deviam propor a proibição do voto aos empresários sonegadores, parentes de políticos, empresas que contribuem com partidos, etc...quando não se tem candidato que presta para apresentar, ficam inventando essas merdas.

  7. Ester Neves Postado em 19/Sep/2014 às 12:29

    Isso é fruto de muita ignorância. Se ainda fosse banqueiro... Será que esses idiotas não percebem que dinheiro nas mãos do povo ajuda toda a cadeia produtiva e setor comercial. Exceto se forem grandes empresários exportadores, e estejam visando apenas o mercado internacional.

  8. Ester Spiazzi Postado em 19/Sep/2014 às 17:07

    Se for pra não votar por causa de benefícios, deixemos de lado o programa bolsa família e vamos as listas: Quem é que vive de concessão nesse pais, incentivos fiscais, agricultura subsidiada, isenção de impostos? São pessoas carentes? Depois vem Pronatec, Fies, Minha Casa Minha Vida, ProUni, P.A.A, entre outros, e muitos outros!!!!!! Ou seja, não vai ter eleitor, mas tem sobra de hipocrisia.

  9. Jair Pereira Postado em 20/Sep/2014 às 06:34

    Ciências sem Fronteiras também... E os juízes que vão receber auxilio de R$ 4000,00 também..