Redação Pragmatismo
Rio de Janeiro 10/Feb/2014 às 19:01
16
Comentários

Filha de cinegrafista morto publica carta emocionante

Filha de cinegrafista morto publica carta emocionante e relata os últimos momentos ao lado do pai: "tive a despedida mais linda". Leia a íntegra abaixo

filha cinegrafista morto santiago andrade
Cinegrafista da Band, Santiago Andrade (Reprodução)

A filha do cinegrafista da “TV Bandeirantes” Santiago Andrade, 49, publicou uma carta de despedida em sua página no Facebook nesta segunda-feira (10). No texto, Vanessa Andrade diz que diz que o pai tinha uma tatuagem com o nome da filha no antebraço e que passou a noite no hospital se despedindo.

“Deitada em seu ombro, tivemos tempo de conversar sobre muitos assuntos, pedi perdão pelas minhas falhas e prometi seguir de cabeça erguida e cuidar da minha mãe e meus avós. Ele estava quentinho e sereno”, escreveu. “Éramos só nós dois, pai e filha, na despedida mais linda que eu poderia ter.”

O cinegrafista teve morte encefálica diagnosticada na manhã desta segunda, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. Santiago foi atingido na cabeça quando registrava o protesto contra o aumento das passagens de ônibus no Rio, na quinta-feira (6). Leia o texto de Vanessa na íntegra:

Meu nome é Vanessa Andrade, tenho 29 anos e acabo de perder meu pai.

Quando decidi ser jornalista, aos 16, ele quase caiu duro. Disse que era profissão ingrata, salário baixo e muita ralação. Mas eu expliquei: vou usar seu sobrenome. Ele riu e disse: então pode!

Quando fiz minha primeira tatuagem, aos 15, achei que ele ia surtar. Mas ele olhou e disse: caramba, filha. Quero fazer também. E me deu de presente meu nome no antebraço.

Quando casei, ele ficou tão bêbado, que na hora de eu me despedir pra seguir em lua de mel, ele vomitava e me abraçava ao mesmo tempo.

Me ensinou muitos valores. A gente que vem de família humilde precisa provar duas vezes a que veio. Me deixou a vida toda em escola pública porque preferiu trabalhar mais para me pagar a faculdade. Ali o sonho dele se realizava. E o meu começava.

Esta noite eu passei no hospital me despedindo. Só eu e ele. Deitada em seu ombro, tivemos tempo de conversar sobre muitos assuntos, pedi perdão pelas minhas falhas e prometi seguir de cabeça erguida e cuidar da minha mãe e meus avós. Ele estava quentinho e sereno. Éramos só nós dois, pai e filha, na despedida mais linda que eu poderia ter. E ele também se despediu.

Sei que ele está bem. Claro que está. E eu sou a continuação da vida dele. Um dia meus futuros filhos saberão quem foi Santiago Andrade, o avô deles. Mas eu, somente eu, saberei o orgulho de ter o nome dele na minha identidade.

Obrigada, meu Deus. Porque tive a chance de amar e ser amada. Tive todas as alegrias e tristezas de pai e filha. Eu tive um pai. E ele teve uma filha.

Obrigada a todos. Ele também agradece.

Eu sou Vanessa Andrade, tenho 29 anos e os anjinhos do céu acabam de ganhar um pai.

Agências

Posts relacionados

Comentários

  1. Bernardo Oliveira Postado em 10/Feb/2014 às 19:09

    emocionante, difícil segurar a emoção.

  2. Thiago Teixeira Postado em 10/Feb/2014 às 19:31

    Vanessa, conhecemos seu pai recentemente de maneira trágica, mesmo sabendo tão pouco dele marcou a sua coragem, profissionalismo e honra por ter constituído uma família, produzido imagens grandiosas durante seu trabalho e será imortalizado a todo sempre. Espero que seu coração seja confortado.

  3. Tammy Postado em 10/Feb/2014 às 19:36

    Lindo e triste... a gente se emociona... e depois passa. E outro morre. E a gente chora. E passa. E outro morre. E a gente se acostuma... Quem é vítima, não. Quem é filha de um pai amoroso, não. Mas a mídia vai latir e morder, o governo vai bradar e latir. E depois vai passar. E daqui a 10 meses o nome Santiago Andrade não vai ser mais referência de vítima da violência pois daqui até lá muitos outros pais de família à trabalho também irão morrer. Até quando?

  4. Kleber Carvalho Postado em 10/Feb/2014 às 20:29

    Tenho 2 filhas e confesso que sua carta emociona, muito.

  5. Alba Carvalho Postado em 10/Feb/2014 às 20:50

    VANESSA, sua carta tão emocionantemente verdadeira , tocou a minhalma......asua despedida foi, de fato, a mais linda possível......compartilho sua dor .....louvo o seu desejo de ir em frente.....eu também perdi uma pessoa muito amada, pedaço de mim ....não tive esta graça e esta oportunidade de despedir-me...esta despedida será bálsamo em sua dor e na infinita saudade....

  6. RAIMUNDO NONATO Postado em 10/Feb/2014 às 22:03

    VANESSA ANDRADE FIRME NA LUTA, VALEU PELA GRANDEZA ... SANTIAGO ANDRADE ,SEMPRE PRESENTE!!!

  7. renato Postado em 10/Feb/2014 às 22:32

    Estou de LUTO.

  8. Ana Bogéa Postado em 10/Feb/2014 às 23:03

    Onde será que tá a paz que todos nós almejamos? No céu? Porque a paz não pode combinar com vida e amor? Queremos amar, viver e ter paz aqui na terra. Triste pela perda de mais uma vida perdida pela violência e clamando junto com todos os brasileiros por justiça!!

  9. Lia santos Postado em 11/Feb/2014 às 01:19

    Muito linda e emocionante !

  10. Eduardo L. Oliveira Postado em 11/Feb/2014 às 04:03

    A lágrima brotou ao ler as palavras de um coração partido pela dor da separação. Que Deus conforte seus familiares.

  11. Carlos Normann Postado em 11/Feb/2014 às 11:40

    Santiago, nas palavras de Paulo de Tarso, "combateu o bom combate". No fogo cruzado das intolerâncias, perdemos um pai de família, um exemplar profissional, um sonhador. Fica com Deus, Santiago, que tua família encontre o consolo, e que seja feita a Justiça!

  12. ALEXANDRE VIEIRA RIBEIRO Postado em 11/Feb/2014 às 12:08

    Santiago é um marco, um divisor de águas, sua morte não foi em vão, um mártir pode morrer sem ao menos saber o porquê. A barbárie não irá perpetuar-se, a impunidade não será tolerada. O herói estava de costa para o algoz e tombou protegendo sua única arma (uma câmera de filmagem), não pode filmar seus agressores e ao contrário foi registrado pelos seus pares. A violência crescente nas manifestações agora estão com seu dias contados. Nas passeatas das DIRETAS JÁ em 1984 não houve confrontamentos, lutávamos por liberdade o maior de todos o bens e nem por isso usávamos de violência e assim se fez o processo que culminou com a liberdade de hoje podermos ir ás praças e exigir melhores condições de vida e de cidadania, ao império de tanta violência e depredação acordam-se o "vigilantes do mal", aqueles mesmos que lutávamos em 1984. Pela memória de Santiago peçamos paz e JUSTIÇA !!!!!

  13. Walter Postado em 11/Feb/2014 às 12:26

    Pergunto cadê os pais dos BESTAS que tiraram a vida de um PAI.

  14. dirce vitoria Postado em 11/Feb/2014 às 13:07

    Não cabe revolta para uma carta como essa ...Vanessa Andrade , seu pai foi tão abençoado por suas obras na terra , que até no último minuto foi polpado ...não viu a morte . Pego de surpresa e pelas costas , faz dele muito mais que um mártir , mas sim um homem integro e generoso , porque até assim , deu a sua vida para espelhar ao mundo o quanto ainda somos medievais .. terá o seu descanso merecido e de onde estiver , um orgulho enorme da família que deixou .É só uma questão de tempo....UM ABRAÇO FORTE , CHOREI COM VC .

  15. ASTRIDT CORUPA SC Postado em 11/Feb/2014 às 13:41

    linda sua homenagem, seu pai com certeza teve muito orgulho de voce por seguir a mesma profissao ,ele esta ao lado de DEUS , FORÇA A TODA A FAMILIA

  16. Lopes Postado em 12/Feb/2014 às 17:02

    Bem diferente da carta que a filha do mensaleiro escreveu! Não se vê ódio, apenas amor e dor.

O e-mail não será publicado.