Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 03/Sep/2013 às 11:00
28
Comentários
Marcelo Fiuza, O Globo

Médica de BH vira as costas para profissionais estrangeiros

Médica brasileira vira as costas para profissionais estrangeiros durante visita a posto de saúde em Belo Horizonte (MG)

médicos cubanos brasil
Médicos estrangeiros que vieram para o Brasil trabalhar em regiões carentes têm recebido o ódio de boa parte da classe médica brasileira (Foto: Agência Brasil)

Os profissionais que estão em Belo Horizonte para as três semanas de treinamento do Mais Médicos tiveram, na manhã de hoje, um primeiro contato com a rede pública de saúde. Os 14 profissionais do grupo foram levados a Barreiro, região da capital mineira, para conhecer o posto de saúde Vila Cemig e o distrito sanitário de Barreiro, onde moram 283 mil pessoas. No posto, uma médica recém-formada, que não quis se identificar, virou as costas e se recusou a recepcioná-los. Ela criticou o programa:

Leia também

– O programa é populista porque o gargalo não está no clínico geral, está na especialidade médica. Continua faltando especialista e remédio. Pessoalmente, vou tratar a todos bem, mas, profissionalmente, não vou ajudar — disse.

O posto de saúde Vila Cemig atende 400 pessoas por dia. Desses, 70 são atendimentos médicos, sendo 40 de urgência. Apesar do bom nível de estrutura, os profissionais admitiram a falta de médicos.

Dois dos profissionais que participaram da visita vão trabalhar no posto Vila Cemig: uma colombiana e um mineiro. Eles ficaram encantados com a estrutura das unidades, mas disseram que falta gente para trabalhar. O mineiro disse que ficou envergonhado com a reação negativa dos médicos brasileiros contra os estrangeiros.

Recomendados para você

Comentários

  1. Luiz Postado em 03/Sep/2013 às 11:30

    Se eu perdesse reserva de mercado ficaria puto também, rs.

    • Juliano Postado em 03/Sep/2013 às 11:40

      "reserva de mercado"??? profissional de humanas não trabalha com mercadoria!

      • Jackson Prado Postado em 03/Sep/2013 às 13:44

        Profissional de "humanas" até é mas não tem o mesmo foco de um sóciologo, antropológo ou outras áreas de pessoas "politicamente corretas" e com pouco senso de realidade.Médico trabalha por grana,a maioria deles até porque custa muito caro para se formar em medicina,o seu "idealismo" pode não ser o da maioria que se dedica a essa profissão.Outra coisa apesar da nomenclatura "humanas" vejo mais semelhança entre médicos e engenheiros.Do que médicos e assistentes sociais por exemplo.

      • Mirna Postado em 04/Sep/2013 às 11:30

        Acho que ninguém viu.rsrs

      • João Bosco Postado em 04/Sep/2013 às 14:18

        kkk Hilário! A mercadoria é sua vida! Por isso tem alto valor de troca, pois tem baixo valor de uso na sociedade atual. Fiquem atentos.

    • Janaína Postado em 03/Sep/2013 às 12:00

      Reserva de mercado e o povo morrendo. Vc acha isso justo?

      • Luiz Postado em 03/Sep/2013 às 12:55

        Vc leu o "rs" no final do meu comentário?

    • Ricardo Postado em 03/Sep/2013 às 12:15

      Rpaz, que comentário mais repugnante. Eita turminha de pseudo profissionais. São uns sádicos. Só falta falar no final das frases que amo o povo do fundo do coração.

      • Luiz Postado em 03/Sep/2013 às 13:01

        Você viu que eu pus "rs" no fim da frase, né?

    • Fabio Postado em 03/Sep/2013 às 12:18

      Acho que as pessoas não entenderam o teu comentário...

    • Vanderlei Postado em 03/Sep/2013 às 22:32

      Luiz, Não esquenta. Não entenderam o SARCASMO que é pura verdade na visão dos médicos brasileiors

  2. Fernando Postado em 03/Sep/2013 às 11:37

    Pede pra ela sair do SUS, ai ela vai morrer de fome porque o SUS sustenta 90% desses babacas que estão protestando e deixando o povo sem atendimento.

    • mayara Postado em 03/Sep/2013 às 13:20

      Pois é. Todo mundo critica, mas ngm larga o osso!

  3. leo25055 Postado em 03/Sep/2013 às 11:38

    Isso geralmente é o reflexo de um profissional desqualificado e desinteressado que tem medo da "concorrência"... em todas as áreas é assim.

    • Eliezer Postado em 03/Sep/2013 às 12:56

      De pleno acordo com seu pensamento, leo ! É simplesmente medo de perder "terreno" por falta de conhecimento da ciência médica?

  4. Patricia Postado em 03/Sep/2013 às 11:41

    São lamentáveis atitudes como esta, eles não podem atender a todos e estão criando situações para quem veio trabalhar, falta de respeito com o trabalho alheio. Está com medo deles serem melhores do que ela? É impressionante a falta de respeito.

  5. Janaina Postado em 03/Sep/2013 às 11:46

    Sou mineira e estou profundamente envergonhada com o protagonismo dos médicos mineiros nesse festival de preconceito e hostilidade com os colegas estrangeiros. Um absurdo pior que o outro. Até topo desculpar a doutorazinha recém formada, porque deve ser jovem demais para ter discernimento, mas está na hora desse pessoal lembrar do juramento de Hipócrates e dos NOSSOS impostos que pagaram a faculdade deles. E quanto à saúde dos mais necessitados... Ah, isso é só um detalhe.

  6. Marcia Postado em 03/Sep/2013 às 11:47

    Tem que prender esta anta por preconceito e xenofobia. E tirar do serviço público!

  7. Professora Postado em 03/Sep/2013 às 11:53

    – O programa é populista porque o gargalo não está no clínico geral, está na especialidade médica. Continua faltando especialista e remédio. Pessoalmente, vou tratar a todos bem, mas, profissionalmente, não vou ajudar — disse. Eu nao creio que essa medica tenha algo a dar, nem mesmo no sentido pessoal, ate porque o comentario que ela faz eh pessoal - pessoal e de uma imensa pobreza de espirito, pra dizer o minimo ...

  8. Paulo Vargas Postado em 03/Sep/2013 às 11:54

    Mais uma coxinha de jaleco ignorante e xenófoba. Tinha q meter um p´[e na bunda desta vaca tb e deixar só os médicos cubanos no posto médico!!!

  9. Maria José Postado em 03/Sep/2013 às 13:17

    Cada vez mais nossos pseudomédicos estão nos envergonhando com tanta burrice e inescrupulosidade!!! Que vergonha!!!

  10. Carlos Postado em 03/Sep/2013 às 13:18

    Trabalho com médicos e sei bem como tem alguns sem educação, com formação técnica baixa, e que estão se lixando para os pacientes, aqui no Brasil é medicina tem de dar lucro, senão não serve. Há realmente pontos falhos na contratação, mas não se justifica tamanha falta de educação e respeito, tenham certeza que essas manifestações são motivadas por cunho politico, lembrando que o então Presidente Fernando Henrique já contratou médicos cubanos e por culpa do CFM eles tiveram de ir embora deixando aquela população sem atendimento, e os burocratas do CFM deixaram ficar sem médicos até hoje. Ninguém do CFM ou do CRM propôs uma solução pra nada.

    • Julio Postado em 03/Sep/2013 às 16:41

      Bem colocado, o CFM e os CRMs estão criticando, mas propor alternativas, soluções, isso ninguém quer, pra que melhorar? interessa a quem que as coisas funcionem?

  11. Fátima Postado em 03/Sep/2013 às 13:28

    Médicos, além do conhecimento tem que ter educação, lamentável!!!!

  12. francisco souza Postado em 03/Sep/2013 às 14:27

    È uma vergonha os nossos médicos virar as costas para seus próprios companheiros e tem mais quando esses benditos cujos quer uma especialização melhor e de qualidade vão para o exterior, eles tomem muito cuidado para não ser hostilizado lá fora todo mundo sabeque hoje tudo é filmado e se isso acontecer voces vão sair perdendo mais uma tomem muito cuidado.

  13. neuzanete Postado em 03/Sep/2013 às 14:32

    DEVE SER DAQUELE TIPINHO QUE NEM OLHA DE FRENTE P O PACIENTE, POIS NÃO TEM NENHUM INTERESSE EM VÊ-LO. GRANDE IDIOTA, CERTAMENTE IMCOMPETENTE.

  14. Angela Freitas Postado em 03/Sep/2013 às 15:37

    Que nossos médicos [felizmente nem todos] sempre foram uns bostas, todo mundo sabe. O que ainda não sabíamos é o qto eles conseguem ficar revoltados e bater seus pezinhos qdo contrariados! A vinda dos médicos cubanos para o Brasil mostra a essa raça de semideuses que não são tão deuses assim. Do que tanto eles tem medo? da medicina cubana ser melhor q a deles? dos médicos cubanos serem mais humanos que eles? Só aqui no Brasil que uma profissão tão sagrada qto a medicina, que deveria estar salvando vidas e aliviando sofrimentos é utilizada como status e mercantilizada. Srs. deuses, dor e sofrimento é inerente ao homem. Todos sofrem: os ricos e os pobres. Se não querem lidar com isso, não façam medicina, façam uma carreira onde possam usar o 'Dr.' sem precisar usar jaleco e estetoscópio. Doutor é quem faz doutorado, então escolham uma no vasto leque que a educação superior oferece e a sigam. Larguem a medicina! Deixem que aqueles que tem vocação para isso a cumpram. Também seria muito bom se nossos políticos parassem de rechear suas nádegas com nosso dinheiro e investissem em saúde, pq o cara pode ser o melhor médico do mundo, mas sem condições, só Jesus salva........

  15. Marcos Postado em 03/Sep/2013 às 22:01

    Boa parte vai fugir, já começou basta pesquisarem.