Redação Pragmatismo
Saúde 03/Set/2013 às 11:00 COMENTÁRIOS
Saúde

Médica de BH vira as costas para profissionais estrangeiros

Publicado em 03 Set, 2013 às 11h00

Médica brasileira vira as costas para profissionais estrangeiros durante visita a posto de saúde em Belo Horizonte (MG)

médicos cubanos brasil
Médicos estrangeiros que vieram para o Brasil trabalhar em regiões carentes têm recebido o ódio de boa parte da classe médica brasileira (Foto: Agência Brasil)

Os profissionais que estão em Belo Horizonte para as três semanas de treinamento do Mais Médicos tiveram, na manhã de hoje, um primeiro contato com a rede pública de saúde. Os 14 profissionais do grupo foram levados a Barreiro, região da capital mineira, para conhecer o posto de saúde Vila Cemig e o distrito sanitário de Barreiro, onde moram 283 mil pessoas. No posto, uma médica recém-formada, que não quis se identificar, virou as costas e se recusou a recepcioná-los. Ela criticou o programa:

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia também” total=”3″ posicao=”direita”]

– O programa é populista porque o gargalo não está no clínico geral, está na especialidade médica. Continua faltando especialista e remédio. Pessoalmente, vou tratar a todos bem, mas, profissionalmente, não vou ajudar — disse.

O posto de saúde Vila Cemig atende 400 pessoas por dia. Desses, 70 são atendimentos médicos, sendo 40 de urgência. Apesar do bom nível de estrutura, os profissionais admitiram a falta de médicos.

Dois dos profissionais que participaram da visita vão trabalhar no posto Vila Cemig: uma colombiana e um mineiro. Eles ficaram encantados com a estrutura das unidades, mas disseram que falta gente para trabalhar. O mineiro disse que ficou envergonhado com a reação negativa dos médicos brasileiros contra os estrangeiros.

Recomendações

COMENTÁRIOS