Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Barbárie 08/Aug/2013 às 15:41
18
Comentários

Chefe de Andreia Pesseghini recua e diz que ela não denunciou colegas

Coronel Wagner Dimas, chefe da PM Andreia Pesseghini, volta atrás em menos de 24h e afirma que ela não denunciou corrupção de colegas da polícia

O coronel Wagner Dimas, chefe do 18º Batalhão da Polícia Militar de São Paulo, onde trabalhava a cabo Andreia Pesseghini, 36, encontrada morta na última segunda-feira, mudou a versão dele a respeito de possíveis denúncias que a policial teria feito contra colegas envolvidos em crimes.

Em depoimento à corregedoria da PM na tarde de quarta-feira (7), ele disse que não houve nenhuma investigação no batalhão em que atua sobre esquema de roubo de caixas eletrônicos envolvendo colegas da corporação.

andreia pesseghini chacina sp

A cabo da PM Andreia Pesseghini ao lado do marido, ambos mortos na chacina em SP (Foto: Arquivo pessoal)

Andreia foi encontrada morta na última segunda-feira, na Brasilândia, zona norte de São Paulo, junto aos corpos do marido, o sargento da Rota Luis Marcelo Pesseghini, 40, e do filho, Marcelo Pesseghini, 13, apontado pela polícia como autor das mortes. Ele teria se matado após cometer os crimes. Além deles, outras duas pessoas foram encontradas mortas em uma casa no mesmo quintal: a avó e a tia-avó do menino.

Sem que houvesse uma investigação, a cabo Andreia não poderia ter contribuído com denúncias, disse o coronel em depoimento.

Questionado sobre o que disse à rádio, o coronel falou na corregedoria que “se perdeu em suas argumentações perante o repórter”.

Ele também falou que disse na entrevista à rádio que não estava convencido de que Marcelo tenha sido o autor dos crimes em função de os laudos da polícia científica ainda não estarem prontos.

Leia também

O coronel Dimas prestou depoimento nesta quinta-feira ao DHPP. Ele saiu do local às 13h45, em um veículo não oficial, sem falar com a imprensa.

Além de Dimas, outras três pessoas serão ouvidas nesta quinta-feira no DHPP, conforme a Secretaria Estadual de Segurança: Edilson Oliveira da Silva, que presta depoimento pela segunda vez e é primo da vítima Luiz Marcelo Pesseghini; um policial militar identificado como “Neto”, amigo da cabo Andreia; e um amigo do menino Marcelo, que não pode ser identificado por ser menor de idade.

Entrevista de coronel à rádio gerou dúvidas sobre linha de investigação da polícia

O depoimento do coronel Dimas despertou dúvidas em relação à linha de investigação da polícia, que aponta até o momento apenas Marcelo como o possível autor dos crimes.

Em entrevistas à imprensa, familiares disseram não concordar com alguns aspectos vistos pela polícia como evidências de que o menino seria o responsável pelas mortes.

O jornal britânico “Daily Mail” publicou nesta quinta-feira, inclusive, uma reportagem em que diz que Marcelo pode ter sido vítima de uma armação. O jornal afirma que “a polícia de São Paulo é amplamente vista como uma das mais corruptas do mundo e que nos anos recentes policiais se envolveram em vários escândalos”.

com Agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Gabriel Postado em 08/Aug/2013 às 16:16

    Sem dúvidas, o coronel Wagner foi ameaçado.

  2. Sônia Postado em 08/Aug/2013 às 16:35

    Eu fico encabulada pensando...até quando vão tentar subestimar a inteligência das pessoas, insitindo nesse absurdo, que é querer provar que essa criança foi quem cometeu esses crimes...palhaçada.. nem se esse menino fosse um ninja conseguiria tal façanha. É óbvio que a própria polícia está envolvida. Provavelmente esse caso nunca será totalmente esclarecido, como muitos outros que acontecem no nosso país

  3. Mirna Postado em 08/Aug/2013 às 16:59

    Coronel Wagner Dimas,seja homem e sustente sua palavra,eu preferia morrer do que ser conivente com uma barbárie.É mais do que certo que foi ameaçado,mas não pode deixar assim.Uma criança que foi morta,ficar como o assassino,ou doente.

  4. Mirna Postado em 08/Aug/2013 às 17:01

    Sonia,pior que tens razão.Cade o Amarildo?que policia que temos?com quem podemos contar em nossa segurança ou defesa?

  5. Hugo Postado em 08/Aug/2013 às 22:34

    Mirna, acredito que a ameaça ñ tenha sido direcionada a ele, diretamente...

  6. Carlos John Postado em 08/Aug/2013 às 22:43

    quem teria coragem de enfrentar os MATADORES DO 18?

  7. ZACARIAS Postado em 09/Aug/2013 às 05:33

    QUE TRISTEZA! A ROTA COM MEDO DE BANDIDOS OU COM BANDIDOS INFILTRADOS DENTRO DELA!!!

  8. mary Postado em 09/Aug/2013 às 08:08

    eu acredito que o menino tenha sido obrigado a falar o que disseram que falou para a professora, e tambem sobre o carro, tambem foi tudo armação.

  9. Alci Amado Postado em 09/Aug/2013 às 10:09

    Claro... Evidente... O garoto será um mar tire, inocente, Qualquer cidadão que gosta de suspense, faria uma reconstituição desse crime bárbaro, O estudo era só matar a policial. Alguém dormia nos fundos da outra casa: alguma coisa... barulho, e eles foram lá conferir. Para não deixar rastro, o assassino foi obrigado a matá-los. Enquanto isso o garoto deveria estar encarcerado. O esposo também foi morto, pelo mesmo motivo de quem morava nos fundos. Os crimes saíram foram do controle. Alguma coisa teria de ser feito. Buscaram o garoto, armaram a trama e...

  10. victor Postado em 09/Aug/2013 às 10:20

    Quando o governo de Sao Paulo sentou para negociar com o crime organizado , ficou patente que iria ficar difícil distinguir quem é quem no mundo do crime.

  11. L.C. Postado em 09/Aug/2013 às 15:30

    Queria saber se alguem ja questionou sobre o manuseio de uma cal.40?? Tipo como arma-la, carregar a primeira bala pois tem que se ter uma certa força para carregar o projétil no cilindro... e quanto ao recuo da arma? os tiros precisos? e ainda não sei qual a estatura desse garoto mas tenho quase certeza de que é muito dificil ele alcançar os pedais e enxergar o percurso ao mesmo tempo e nos videos ele parece estar dirigindo muito bem. Sabemos que neste país, a queima de arquivo é muito comum principalmente entre policiais que estão do lado oposto da lei.

  12. Y. Maria Postado em 09/Aug/2013 às 15:52

    Não há crime perfeito, e Deus vai desvendar esse mistério para fazer justiça inocentando essa criança.

  13. Raqueli Postado em 09/Aug/2013 às 16:33

    Essa e a nossa policia corrupta , pode ter certeza que esse crime vai ficar em punir pois quem fala mas alto são elesssssss merda de policia

  14. indiana Postado em 09/Aug/2013 às 17:41

    zacarias: acredito neste caso que eles sejam os bandidos, uma coorporação que tem como lema bandido bom é bandido morto!, não sabem que no Brasil não tem pena de morte, e ainda mais ...além de matar bandidos matam pessoas inocentes

  15. Claudia Postado em 05/Oct/2013 às 13:07

    Coronel Wagner precisa ser mais "apertado".