Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Direita 07/Feb/2012 às 11:52
4
Comentários

Apavorados, Democratas não querem mais ser chamados de DEM

Fora do governo central, esse partido fisiológico e patrimonialista corre o risco de extinção. Ex-Arena durante a ditadura militar, ex-PDS no período da redemocratização e ex-PFL nos tempos do tsunami neoliberal, a legenda da direita nativa definhou nos últimos anos

José Agripino Maia

José Agripino Maia

Saiu no sítio do jornal Valor Econômico, em matéria assinada por Vandson Lima:

SÃO PAULO – O Democratas não quer mais ser chamado de DEM. Com base em uma pesquisa qualitativa apresentada nesta segunda-feira, em seminário da legenda em São Paulo, detectou-se que a diminuição do nome é prejudicial a seu reconhecimento junto à população.

“Nós nunca inventamos esse DEM. Portanto, massifiquem o nome Democratas”, pediu o senador e presidente do partido Agripino Maia (RN). Lideranças da sigla avaliaram que o uso da sigla “DEM” foi forçado pela imprensa.

Leia também

O DEM, ou Democratas, no entanto, aderiu à ideia que agora rechaça, já que o usa em sites do partido como o demnacamara.com.br, que consta inclusive no folder distribuído no evento.

A caminho do inferno

Os democratas realmente estão apavorados. Fora do governo central, esse partido fisiológico e patrimonialista corre o risco de extinção. Ex-Arena durante a ditadura militar, ex-PDS no período da redemocratização e ex-PFL nos tempos do tsunami neoliberal, a legenda da direita nativa definhou nos últimos anos. Em 1998, o PFL/DEM elegeu 105 deputados federais; em 2010, foram apenas 43. Em 2000, ele elegeu 1.026 prefeitos; em 2008, foram somente 495.

Além da crescente perda de votos, a sigla tem sofrido várias defecções internas. A pior delas ocorreu com a criação do PDS, do prefeito Gilberto Kassab. Em 2011, o DEM perdeu 17 deputados federais do total de 43, um senador de um total de seis, e um governador de um total de dois, além de prefeitos, vereadores e deputados estaduais. Para piorar, a sua principal estrela nacional, José Roberto Arruda, que chegou a ser cogitado para vice de José Serra (“vote num careca e leve dois”, afirmou o tucano), foi preso por corrupção no famoso escândalo do “mensalão do DEM”.

Leia mais

Este inferno astral talvez explique porque os “democratas”, filhotes da ditadura, querem exorcizar o nome DEM. Será que a manobra marqueteira vai colar? Há que garanta que a sigla não resistirá ao teste das eleições municipais deste ano. Se o desempenho em 2012 for pífio, há quem aposte na sua extinção. Muitos demos inclusive preparam as malas para migrar para outras legendas. Até o diabo já informou que não aceita os demos no inferno. Teme pelo patrimônio!


Altamiro Borges

Recomendados para você

Comentários

  1. neuuza augusto Postado em 08/Feb/2012 às 14:33

    ão.

  2. Notáveis Sabêres Postado em 24/Mar/2012 às 18:36

    O senador do RN que tanto tem ajudado o seu "ESTADO" a se afundar, foi buscar nos States, o novo nome pro antigo PFL, agora exorcisa a própria sigla? Espero que ele não faça como o Capitão Italiano, abandonando o barco, digo partido antes dele afundar.

  3. Helio Postado em 09/May/2012 às 22:46

    ARENA/PFL/DEM/DEMO/DEMOSTENES/=........PDD......Partido Do Demostenes

  4. edeval Postado em 31/May/2012 às 22:21

    O Lula disse em Santa Catarina uma vez que esse partido DEM tem que ser exterminado e como tudo que disse conseguiu ai esta o fim do DEM !!