Redação Pragmatismo
Direita 28/Nov/2019 às 15:15 COMENTÁRIOS
Direita

"Cidadão de bem" espanca idoso até a morte em Santa Catarina

Publicado em 28 Nov, 2019 às 15h15

Idoso é espancado até a morte por bolsonarista em Santa Catarina. Vítima é eleitor de Lula e polícia acredita que crime pode ter ocorrido por divergência política

Fábio Leandro Schlindwein
Fábio Leandro Schlindwein e Antonio Carlos Rodrigues Furtado

Antônio Carlos Rodrigues Furtado, de 61 anos, foi espancado até a morte na tarde da última quarta-feira (27/11) em Balneário Camboriú, Santa Catarina. As informações são da imprensa local.

O autor do crime é Fábio Leandro Schlindwein, de 44 anos. Segundo o boletim de ocorrência, Fábio estava “muito alterado e proferindo palavras impróprias de cunho ofensivo” quando começou a agredir o idoso.

Mesmo com a vítima no chão, o autor teria continuado com as agressões. Antônio Carlos Rodrigues teve uma parada cardíaca e morreu no local.

“A viatura do SAMU se deslocou ao local e prestou atendimento a vítima que estava em parada cardíaca, entretanto, a vítima não resistiu e veio a óbito no local”, diz o boletim de ocorrência.

Embora a vítima seja eleitor de Lula e um esquerdista histórico da região, as primeiras informações davam conta de que o assassinato não tinha a ver com divergências políticas.

No entanto, a hipótese não é descartada pela polícia, que já começou a ouvir as primeiras testemunhas do crime. O próprio autor do crime admitiu para os policiais que Antônio veio conversar com ele “sobre política”. Ambos se alteraram e as agressões iniciaram.

Testemunhas afirmam que Fábio, que é eleitor fervoroso de Bolsonaro e se declara “cidadão de bem”, é intransigente e tem pavio curto. Segundo a polícia, o agressor é muito mais forte fisicamente do que a vítima.

Ainda de acordo com a investigação, após perceber que poderia ter matado Antonio, o próprio Fábio ligou para a polícia dizendo que estava sendo ameaçado, mas testemunhas desmentiram sua versão e o apontaram como o agressor.

O boletim de ocorrência ainda informa que após as primeiras agressões, “a vítima caiu no chão, e o autor continuou a agredi-lo. Em ato contínuo, a vítima levantou-se e pediu para cessar com a agressão, pedido este ignorado pelo autor do fato. Neste momento, a vítima caiu novamente no chão, desta vez, desacordado”.

VEJA TAMBÉM: Bolsonarista que matou Mestre Moa é condenado a 22 anos de prisão

Fábio vai responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários