Redação Pragmatismo
Tragédia 13/Set/2019 às 08:46 COMENTÁRIOS
Tragédia

Saiba quem são as vítimas do incêndio no Hospital Badim

Publicado em 13 Set, 2019 às 08h46

Já são 11 mortos confirmados no incêndio do Hospital Badim, no Rio de Janeiro. Mulher despencou ao tentar usar lençóis amarrados para escapar da tragédia

incêndio no Hospital Badim
Imagem de corda improvisada que foi usada por mulher para se salvar do incêndio no Hospital Badim

Um incêndio de grandes proporções atingiu o hospital Badim no final da tarde desta quinta-feira (12). A instituição particular fica localizada na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Pelo menos 11 pessoas morreram na tragédia.

Dez corpos foram retirados por volta das 2h da madrugada pelos bombeiros. Mais cedo, o vice-governador do Rio, Claudio Castro (PSC), afirmou que uma pessoa havia sido encontrada morta.

Os pacientes foram transferidos para hospitais próximos, tanto privados como públicos. Familiares de pacientes se aglomeraram na rua enquanto esperam por informações.

A direção do Hospital Badim se manifestou sobre o incêndio no início da madrugada desta sexta-feira (13). Por meio de nota, declarou um profundo pesar pelo ocorrido e informou que 103 pacientes estavam internados no momento em que o fogo teve início.

De acordo com o hospital, a evacuação dos pacientes começou antes mesmo da chegada do Corpo de Bombeiros, por meio do trabalho da brigada de incêndio do próprio estabelecimento.

“Desde o primeiro momento, a prioridade total foi socorrer os pacientes e funcionários e salvar vidas. Mais de 100 médicos foram mobilizados para dar assistência aos pacientes que estavam sendo socorridos”, diz a nota encaminhada à imprensa.

Ainda não há uma lista oficial sobre os nomes das vítimas, mas alguns familiares que falaram com a imprensa confirmaram a morte de seus parentes. Um deles foi o filho da idosa Luzia dos Santos Melo. Ele disse que a mãe estava entre as vítimas.

Segundo o homem, foram ouvidas duas explosões e a mãe não foi atingida diretamente pelas chamas, mas morreu por inalar excesso de fumaça preta.

Outra morte confirmada por familiares foi a da idosa de 84 anos Irene Freitas de Brito, que estava internada havia 18 dias no hospital. Maria Alice Teixeira da Costa, Virgílio Claudino da Silva e Ana Almeida do Nascimento também são vítimas da tragédia.

(Atualização: nomes divulgados pelos Bombeiros)

Alayde Henrique Barbieri
Ana Almeida do Nascimento, 90 anos
Berta dos Santos, 93 anos
Darcy da Rocha Dias, 88 anos
Irene Freiras de Brito, 84 anos
José Costa de Andrade
Luzia dos Santos Melo, 88 anos
Maria Alice Teixeira da Costa, 76 anos
Marlene Menezes Fraga, 85 anos
Virgílio Claudino da Silva, 66 anos.

Pela janela

Durante o incêndio, uma mulher chegou a atirar lençóis amarrados pela janela do terceiro andar do Hospital na tentativa de salvar a própria vida.

A corda improvisada foi usada por Gigiane dos Santos, que estava como acompanhante de uma paciente. Ela não conseguiu se sustentar nos lençóis e acabou despencando.

Depois de cair, a mulher mandou um áudio desesperado para a família pedindo socorro. Segundo o marido, ela e outros pacientes não estavam conseguindo sair por corredores e escadas e a mulher acabou caindo da janela do terceiro andar. Gigiane teve fraturas nos dois tornozelos, está lúcida e vai passar por uma cirurgia.

“O hospital que eu estava tomando conta de uma senhora está pegando fogo, eu tentei pular do terceiro andar, estou toda quebrada no chão, no Badim, aqui no Maracanã, pelo amor de Deus, me ajuda”, disse a vítima no áudio.

Contato

Segundo o hospital, o incêndio foi provocado por um curto-circuito em um gerador no subsolo da antiga unidade — o hospital tem dois prédios, um com 19 anos de fundação, segundo o site da instituição, e outro inaugurado em 2018.

A assessoria de imprensa do hospital divulgou um número de Whatsapp e um endereço de e-mail para que os parentes possam ter mais informações:

(21) 97101-3961
[email protected]

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários